quinta-feira, 21 de setembro de 2017

'Tempo de Amar': Tony Ramos, Débora Evelyn, Henri Castelli e Marisa Orth declamam trechos de poesias

ESPECIAL
(Nono capítulo)
foto: reprodução

Na próxima terça-feira, dia 26, a Globo estreia a sua nova trama das seis: Tempo de Amar. Baseada em um argumento de Rubem Fonseca, o folhetim de Alcides Nogueira é escrito em parceria com Bia Corrêa do Lago e conta com a colaboração de Tarcísio Lara Puiati e Bibi Da Pieve. 

A direção artística é de Jayme Monjardim.

No terceiro capítulo, vamos assistir Tony Ramos, Débora Evelyn declamando trechos de poemas de Fernando Pessoa e Álvares de Azevedo. Henri Castelli e Marisa Orth recitam trechos de poesias de Gonçalves Dias e Euclides da Cunha. Os atores e atrizes vão viver as personagens José Augusto Correia, Alzira, Teodoro Magalhães e Celeste Hermínia, respectivamente. 

"Presságio"
Fernando Pessoa

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar pra ela,
mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!

Assista


"Amor"
Álvares de Azevedo

Amemos!Quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!

E entre os suspiros do vento,
Da noite mole ao frescor,
Quero viver um  momento,
Morrer contigo de amor!

Assista



"Como Eu Te Amo"
Gonçalves Dias

De mim não saberás como te adoro;
Não te direi jamais,
Se te amo, e como, e a quanto
extremo chega
Esta paixão voraz!

Sim, eu te amo; porém nunca
Saberás do meu amor;
A minha canção singela
Traiçoeira não revela
O prêmio santo que anela
O sofrer do trovador!

Assista


"A Glória"
Euclides da Cunha

Hoje, que vivo desse amor ansioso
És minha, és minha, extraordinária sorte,
Hoje eu sou triste sendo tão ditoso!

E tremo e choro, pressentindo, forte,
Vibrar, dentro em meu peito, fervoroso,
Esse excesso de vida, que é a morte.

Assista




Curta

Siga

Elenco de 'Tempo de Amar', nova trama das seis da Globo, declama trechos de poesias

ESPECIAL
(Oitavo capítulo)
foto: reprodução

Na próxima terça-feira, dia 26, a Globo estreia a sua nova trama das seis: Tempo de Amar. Baseada em um argumento de Rubem Fonseca, o folhetim de Alcides Nogueira é escrito em parceria com Bia Corrêa do Lago e conta com a colaboração de Tarcísio Lara Puiati e Bibi Da Pieve. 

A direção artística é de Jayme Monjardim.

No segundo capítulo, vamos assistir Regina Duarte, Cássio Gabus Mendes, Nívea Maria e Jayme Matarazzo declamando Eugênio de Castro, Machado de Assis, Florbela Espanca e Almeida Garett. Os atores e atrizes vão viver as personagens Madame Lucerne, Reinaldo Macedo, Henriqueta e Fernão Moniz, respectivamente. 

"Amor Verdadeiro"
Eugênio de Castro

Tua frieza aumenta o meu desejo:
fecho os meus olhos para te esquecer,
mas quanto mais procuro não te ver,
quanto mais fecho os olhos mais te vejo.

Meu coração, no entanto, não se cansa:
amam metade os que amam com esperança,
amar sem esperança é o amor verdadeiro

Assista


"Erro"
Machado de Assis

Erro é teu. Amei-te um dia
Com esse amor passageiro
Que nasce na fantasia
E não chega ao coração;
Nem foi amor, foi apenas
Uma ligeira impressão;
Um querer diferente,
Em tua presença vivo,
Morto se estavas ausente.
É que, como obra de um dia, 
Passou-me essa fantasia.

Assista


"A Minha Dor"
Florbela Espanca

A minha dor é um convento.
Há lírios dum roxo macerado de martírios,
tão belos como nunca os viu alguém!

Nesse triste convento aonde eu moro,
noites e dias rezo e grito e choro,
e ninguém ouve... ninguém vê...
ninguém...

Assista


"Este Inferno de Amar"
Almeida Garett

Só me lembra que um dia formoso
eu passei... dava o sol tanta luz!
E os meus  olhos, que vagos giravam,
Em seus olhos ardentes os pus.
Que fez ela? Eu que fiz? Não, não sei;
Mas nessa hora a viver comecei.

Assista




Curta

Siga