terça-feira, 8 de dezembro de 2009

REFORMA ORTOGRÁFICA - MAIS DICAS SOBRE O HÍFEN.

Vamos falar sobre hífen? Particularmente, gosto de usar o hífen corretamente. Vibro quando acerto o emprego desse tracinho, rs. Vamos algumas regras novas:

REGRA ANTIGA
manda-chuva
pára-quedas
pára-quedista
pára-lama
pára-brisa
pára-choque
pára-vento

Não usamos mais hífen em compostos que, pelo uso, perdeu-se a noção de composição.



REGRA NOVA
mandachuva
paraquedas
paraquedista
paralama
parabrisa
parachoque
paravento

INTERESSANTE OBSERVAR:
O uso do hífen permanece em palavras compostas que não contêm elemento de ligação e constiui unidade sintagmática (situa-se entre a palavra e a oração) e semântica (estudo do significado das palavras em uma língua), mantendo o acento próprio, bem como naquelas que designam espécies botânicas e zoológicas:

ano-luz
azul-escuro
médico-cirurgião
conta-gotas
guarda-chuva
segunda-feira
tenente-coronel
beija-flor
couve-flor 
mal-me-quer, etc.


O HÍFEN PERMANECE:

Em palavras formadas por prefixos: EX / VICE / SOTO
ex-marido
vice-presidente
soto-mestre



Em palavras formadas por prefixos 'circum' e 'pan' + palavras iniciadas em vogal, M ou N:
pan-americano
circum-navegação


Em palavras formadas com prefixos: PRÉ / PRÓ / PÓS + palavras que tem significado próprio:
pré-natal
pró-desarmamento
pós-graduação


Em palavras formadas pelas palavras: ALÉM / AQUÉM / RECÉM / SEM:
além-mar,
além-fronteiras
aquém-oceano
recém-nascidos
recém-casados
sem-número
sem-teto

Por hoje é só. Beijo e cheiro no coração.

0 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.