quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O$ CARA$ DE PAU DA FÉ - SEGUNDO CAPÍTULO

De Warlen Pontes

SEGUNDO CAPÍTULO
No capítulo anterior:

SÁBADO - 4h da tarde.
No estacionamento do NOVA CABROBÓ MALL.

Carolina coloca as sacolas dentro do seu ford fiesta vermelho.
A poucos metros dali, um chevrolet Agile prateado se aproxima. 
Ao sair da sua vaga de ré, bate no carro de Alexandre Carlos.
Ele desce do carro furioso. 
Começa uma discussão, mas ao perceberem que são amigos, começam a rir e muito!
Eles se abraçam.
Carolina é filha de Adelene e entiada de Osvaldinho.
Alexandre Carlos é o jornalista do NOVA CABROBÓ INFORMA.
 (Alexandre Carlos) - Sua barbeira!
(Carolina) - Meu amigo querido! Perdones!

NUMA LANCHONETE PERTO DALI, OS DOIS TOMAM UM SUCO DE LARANJA.
(Carolina) - Osvaldinho está furioso com o seu último artigo!
(Alexandre Carlos) - Nem tô aí pra ele!
(Carolina) - Vai ter uma recepção lá em casa semana que vem. Vai estar prefeito, governador, deputado federal, estadual... a corja toda! 
(Alexandre Carlos) - Você tem que me colocar nesta recepção!
(Carolina) - Não se preocupe! 
Ela para e pensa.
(Alexandre Carlos) - O que foi?
(Carolina) - Tô aqui imaginando a cara de Osvaldinho quando te ver.

Os dois riem. Carolina muda o semblante e demonstra preocupação.
(Alexandre) - O que foi, de novo?
(Carolina) - Minha tia...
(Alexandre) - Tereza Cristina? Qual é o problema?
(Carolina) - Ela anda muito triste, muito estranha desde que voltou de Fortaleza.
Tento conversar com ela, mas ela sempre muda de assunto.
(Alexandre) - Você acha que ela descobriu alguma coisa sobre Osvaldinho?
(Carolina) - Acho que sim.


NO GABINETE PASTORAL DE OSVALDINHO.
TEREZA CRISTINA E OSVALDINHO NUMA CONVERSA TENSA.
(Tereza Cristina) - É pagar ou pagar!
(Osvaldinho) - É um absurdo ululante o que você me pede, criatura!
(Tereza Cristina) - Ululante foi o que vi! Eu deveria ter tirado uma foto e publicado em todos os jornais desta cidade! De preferência para o Alexandre Carlos, aquele jornalista que você adora!
(Osvaldinho) - Não me fale nesse miseravi! Vai queimar nas profundas!
(Tereza Cristina) - E, você? Você tem uma semana pra levantar esta grana!
(Osvaldinho) - Como é que você quer que eu levante 10 milhões de dólares assim, do nada? Sem levantar suspeitas? Como vou justificar?
(Tereza Cristina) - Você sabe enrolar muito bem as pessoas...
(Osvaldinho) - Me respeithe! Eu sou Osvaldinho Caruaru! Um homem escolhido por Deus!
(Tereza Cristina) - Você é um cara de pau! Você tá se fazendo de louco? Esqueceu que eu flagrei você!
(Osvaldinho) - Pare, já! Se você abrir a sua boca... vai perder a sua grana!
(Tereza Cristina) - Tem razão! 

Ela dá as costas pra ele. Para na porta. Fixa o olhar em Osvaldinho.
(Osvaldinho) - Vai perder?
(Tereza Cristina) - Uma semana, Osvaldinho, e nada mais!
Ele sai e bate a porta com força.
Osvaldinho pega o celular e disca um número.
- O preço do silêncio dela é 10 milhões de dólares!

ACADEMIA CORPO UNGIDO E SARADO

O personal trainer HÉRCULES e a sua aluna ALINE conversam enquanto malham.
(Aline) - Pois é, Hércules, vem um diretor de cinema filmar aqui na cidade.
Ele vai promover alguns testes.
(Hércules) - Sério, Aline? É a minha grande chance!
(Aline) - Pois é, não pode perder as oportunidades!

Entra Gercivaldo todo vestido para malhar.
Abraça Hércules calorosamente e beija Aline.
(Gercivaldo) - Hoje eu quero é queimar todas as calorias que adquiri no final de semana!
Comi uma "buxada de bode", com um feijãozinho de corda e um arroz gregu gosthosu "quisó"! A sobremesa era doce de jaca com creme de leite! Aff, tava bom demais!
(Hércules) - É pastor, vai ter que malhar muito mesmo... mas, e Osvaldinho, não vem?
(Gercivaldo) - Já, já ele aparece por aqui...
(Hércules) - Então, vamos malhar!
Aline e Gercivaldo.
- Vamos malhar!

LUDMILA, ENTEADA DE GERCIVALDO E FILHA DE EDVIGES, ESPOSA DE GERCIVALDO, CONVERSA COM ALGUÉM NO TELEFONE.
(Ludmila) - Carolina também está de acordo. (pausa)
Amanhã, nós duas vamos passar no seu escritório, doutor. (pausa)
Mainha e tia Adelene não estão sabendo. Algum problema? (pausa)
Queremos reabrir o caso.

Ludmila desliga o telefone e disca um novo número.
- Carol, amanhã, 3 horas com o dr. Abelardo. Beijo.

FIM DO SEGUNDO CAPÍTULO

O que será que Alexandre Carlos e Carolina vão aprontar na recepção de Osvaldinho para os políticos de Nova Cabrobó?
Com quem Osvaldinho falava sobre os 10 milhões de dólares exigidos por Tereza Cristina?
Que caso Carolina e Ludmila vão reabrir?

Não perca, dia 24, próxima quarta, o terceiro capítulo de


ESTA É UMA OBRA DE FICÇÃO,
QUALQUER SEMELHANÇA COM PESSOAS, 
HISTÓRIAS OU FATOS, TERÁ SIDO, MERA COINCIDÊNCIA.

 Curta TVaBORDO no FACEBOOK

Siga TVaBORDO no twitter
                  

2 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.