A trajetória do autor de MEU PEDACINHO DE CHÃO, Benedito Ruy Barbosa

0
foto: divulgação

Há mais de um mês no ar, MEU PEDACINHO DE CHÃO vem inovando na maneira de mostrar uma novela. Há quem seja contra e existem os que estão adorando as novidades. Mas não estamos aqui nem para falar daqueles que são contra ou daqueles que estão a favor.

Como de costume, sempre que estreia uma novela, publicamos a trajetória do seu autor e, pasmem, não postamos a história de um dos maiores autores da televisão brasileira: Benedito Ruy Barbosa.

O jornalista e publicitário é um dos autores mais antigos da telinha. Nascido em Gália, SP, em abril de 1931, sua primeira telenovela foi SOMOS TODOS IRMÃOS, TV Tupi, 1966. Em seguida, UM ANJO E UM VAGABUNDO, também na TV Tupi, em 1966 e 1967.

Colaborou em O Morro dos Ventos Uivantes na TV Excelsior, Meu Filho, Minha Vida, TV Tupi e O Tempo e o Vento, TV Excelsior. 

Com o ano de 1968 veio O DÉCIMO MANDAMENTO na TV Tupi. A ÚLTIMA TESTEMUNHA na Rede Record (1968 e 1969) e ALGEMAS DE OURO, 1969 e 1970. SIMPLESMENTE MARIA, na TV Tupi, em 1970 e 1971.

A estreia na Globo aconteceu com MEU PEDACINHO DE CHÃO, 1970 e 1971. Uma curiosidade: a novela era exibida simultaneamente pela Globo e pela Cultura.
No elenco estavam Maurício do Valle, Renée de Vielmond, Castro Gonzaga, Dionísio Azevedo, Isaac Bardavid, Patrícia Ayres, entre outros.

Em 1972 e 1973 veio JERÔNIMO, REI DO SERTÃO, na TV Tupi.  Em 1976 veio O FEIJÃO E O SONHO e À SOMBRA DOS LARANJAIS, em 1977, pela Globo.

A novela CABOCLA de 1979 contava com Glória Pires, Fábio Júnior, Roberto Bonfim, Arlete Salles, Neuza Amaral, Cláudio Correa e Castro, Fátima Freire, Kadu Moliterno, Simone Carvalho e Gilberto Martinho.

 Na Rede Bandeirantes, em 1980 veio PÉ DE VENTO. Em 1981 e 1982, OS IMIGRANTES, a quarta novela mais longa da teledramaturgia brasileira com 459 capítulos. No elenco estavam  Rubens de Falco, Othon Bastos, Herson Capri, Yoná Magalhães, Cristina Mullins, Lúcia Veríssimo, Norma Bengell, Altair Lima, Paulo Autran, Cláudia Alencar, Paulo Betti, Lília Cabral, Paulo Castelli, entre outros.


Depois vieram PARAÍSO em 1982 e 1983, VOLTEI PRA VOCÊ em 1983 e 1984, DE QUINA PRA LUA, em 1986, como supervisor de texto.
Em 1986, era a vez do grande sucesso SINHÁ MOÇA, uma das novelas mais exportadas. No elenco estavam Lucélia Santos, Marcos Paulo, Mauro Mendonça, Elaine Cristina, Luiz Carlos Arutin, Neuza Amaral, Antônio Pompeo, Guilherme Fontes, Norma Blum, Patrícia Pillar, Fábio Júnior, José Lewgoy, Grande Otello, Vera Fischer, Lima Duarte e José Wilker, entre outros.


Antes de mudar-se para a TV Manchete e escrever um dos maiores sucesso da telinha tupiniquim, escreveu VIDA NOVA, a última novela do ator Lauro Corona.

Em 1990, veio PANTANAL, na TV Manchete. Um estrondoso sucesso e a única, até hoje, a bater a Rede Globo em horário nobre. No elenco estavam grandes nomes como Cláudio Marzo, Cássia Kiss, José de Abreu, Jussara Freire, Ângela Leal, Ítala Nandi e Marcos Caruso. Os estreantes Marcos Winter, Cristiana Oliveira, Ingra Liberato, Marcos Palmeira, Tarcísio Filho, Giovanna Gold e Andréa Richa.  


Depois de PANTANAL, o autor que na Globo só era escalado para escrever folhetins das 18h, retornou à emissora e colecionou quatro sucessos seguidos no horário das 21h, RENASCER, O REI DO GADO, TERRA NOSTRA e ESPERANÇA.

RENASCER veio em 1993 e no elenco estavam Antônio Fagundes, Adriana Esteves, Marcos Palmeira, Patrícia Pillar, Herson Capri, Luciana Braga, Tarcísio Filho, Maria Luisa Mendonça, Marco Ricca, Regina Dourado, Roberto Bonfim, Grande Otello, entre outros.


O REI DO GADO foi exibida em 1996 e 1997 e contou no elenco com Antônio Fagundes, Glória Pires, Raul Cortez, Patrícia Pillar, Fábio Assunção, Sílvia Pfeifer, Carlos Vereza, Lavínia Vlasak, Guilherme Fontes, Mariana Lima, Stênio Garcia, Bete Mendes, Eva Wilma e Tarcísio Meira, entre outros.


1999/2000 – TERRA NOSTRA foi o terceiro grande sucesso seguido. No elenco estavam Ana Paula Arósio, Thiago Lacerda, Carolina Kasting, Marcelo Anthony, Antônio Fagundes, Débora Duarte, Raul Cortez, Angela Vieira, Gabriel Braga Nunes, Paloma Duarte, Antônio Calloni, Cláudia Raia, Odilon Wagner, Lu Grimaldi, entre outros.


2002/2003 – ESPERANÇA foi a última novela do autor em horário nobre. No elenco estavam Antônio Fagundes, Eva Wilma, Paulo Goulart, Reynaldo Giancechinni, Priscila Fantin, Maria Fernanda Cândido, José Mayer, Laura Cardoso, Gabriela Duarte, Othon Bastos, Simone Spoladore, Otávio Augusto, Laura Cardoso, Gisele Itié, Oscar Magrini e Luciana Braga, entre outros.


De volta ao horário das 18h, em 2004, o autor escreve uma nova versão de uma de suas novelas, CABOCLA. Na verdade, ele faz a supervisão de texto. As filhas Edmara Barbosa e Edilene Barbosa são as responsáveis por este remake. 

Logo em seguida veio SINHÁ MOÇA, em 2006, mais uma vez supervisionando o texto de suas filhas. O seu último remake das 18h foi PARAÍSO, também escrito pelas filhas. No elenco estavam Eriberto Leão, Nathália Dill, Cássia Kiss, Mauro Mendonça, Reginaldo Faria, Vanessa Giácomo, Alexandre Nero, Walderez de Barros, Carlos Vereza, entre outros.


2014 – MEU PEDACINHO DE CHÃO é a 30º novela do autor, incluindo supervisão de texto. A novela é escrita com a filha Edilene Barbosa e o neto Marcos Barbosa. Mais um remake e no horário das 18h. No elenco estão Antônio Fagundes, Juliana Paes, Rodrigo Lombardi, Bruna Linzmeyer, Irandhir Santos, Teuda Bara, Bruno Fagundes, entre outros.

A novela começou mal mas já está subindo no IBOPE. Na última semana marcou uma média de 18,3 pontos (cada ponto equivale a 65 mil domicílios na cidade de São Paulo), contra 17,4 pontos do início, um índice bem abaixo da meta do horário, 25 pontos.

fonte: wikipédia / fonte audiência: IBOPE


Entrevista




Curta
 TV  a BORDO


Siga 
TV a BORDO
Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here