quinta-feira, 4 de junho de 2015

Desafio ao pastor Silas Malafaia em resposta ao boicote proposto por ele à marca O BOTICÁRIO


DESAFIO AO PASTOR SILAS MALAFAIA

Meus queridos leitores do blog, bom dia, boa tarde e boa noite. Dificilmente utilizo o blog para postar alguma reclamação. Posso contar nos dedos de uma mão quantas vezes fiz isso, mas acho que é oportuno registrar aqui, o desafio que fiz ao pastor Silas Malafaia, depois de mandar boicotar a marca O BOTICÁRIO. Segue vídeo com o comercial do BOTICÁRIO e, em seguida, o vídeo do pastor Silas Malafaia: 


Comercial do BOTICÁRIO do dia dos namorados de 2015

Pastor Silas Malafaia e o vídeo do boicote

O DESAFIO

'Galera, cansei!
Chega de incitações cruéis e desumanas em favor do quê? Vaidade? Publicidade gratuita?
Precisava desabafar depois de assistir ao vídeo do pastor Silas Malafaia (acima) pregando boicote à marca O BOTICÁRIO.

Todos devem ter visto o comercial da empresa de cosméticos onde casais homossexuais trocam presentes por ocasião do dia dos namorados (caso não tenha visto, reproduzo acima).

Pergunto: Pastor, qual é a sua missão neste mundo? Levar o evangelho de Jesus Cristo? Qual é o seu objetivo em mandar boicotar uma empresa que é líder no mercado brasileiro de perfumaria, conta com mais de três mil lojas em mais de 1.700 municípios do Brasil e emprega milhares de famílias?

O sr. justifica o boicote mediante o seguinte argumento, abre aspas: "Tenho o direito de defender a família milenar, homem, mulher e a sua prole e o paradigma da sociedade, preservando macho e fêmea." O sr. também diz: "Tenho direito de fazer campanha contra qualquer um."

Diante desse argumento, faço um desafio ao senhor, mesmo estando cansado de tudo isso: 'O sr. teria coragem em fazer um boicote contra Facebook, WhatsApp e Instagram, os quais, com certeza, utiliza?'

Vou explicar: a foto que estampa este texto é do CEO do Facebook Mark Zuckerberg que esteve na parada gay de São Francisco com mais de 700 funcionários, empresa que também é dona do Instagram e do WhatsApp. A presença dele na parada significa dizer que é um apoiador da causa gay?'

foto: Jason Agron

People, give me a break! 
No more cruel and inhuman comments, for what? Vanity, publicity?  
I need to vent after watching Silas Malafaia's video preaching a boycott to the cosmetic brand " O Boticario" The cosmetics' company launched a commercial where gay couples exchange gifts on the occasion of Valentine's Day. 

I ask, Pastor, what is your mission in this world? Spread the gospel of Jesus Christ? What is your goal in order to boycott a company that is the number one Brazilian perfumery on the market and has more than three thousand stores in more than 1,700 municipalities in Brazil and employs thousands of families? 

Mr. Malafaia justify the boycott by the following argument, and I quote: "I have the right to defend the family: Man, woman and their offspring and the paradigm of society, preserving male and female." Mr. Malafaia also says: "I have the right to campaign against anyone." Given this argument, I do a challenge you Mr. Malaysia do you have the courage to try a boycott Facebook, WhatsApp and Instagram?" I will explain: the photo you utilized in your text shows in fact the face of Facebook's CEO, Mark Zuckerberg while at the Gay Parade in San Francisco with more than 700 employees, the company that also owns Instagram and WhatsApp. Doesn't his presence at the parade means that it is a supporter of gay causes? I'll leave you with this challenge?

Curta TV a BORDO

Siga TV a BORDO

0 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.