Série Novelistas: o autor de XICA DA SILVA, O CRAVO E A ROSA, ALMA GÊMEA e VERDADES SECRETAS, Walcyr Carrasco

0

O segundo capítulo da nossa Série Novelista é com o autor Walcyr Carrasco.

Todo o conteúdo publicado nesta série é uma reprodução autorizada pelo autor, o roteirista Michel Luiz Castellar.


Escreveu algumas peças de teatro, mas se destacou inicialmente à literatura, ocupando cadeira na Academia Paulista de Letras, tendo escrito cerca de 30 livros, muitos dos quais, infanto-juvenis, e adaptou ainda para uma linguagem de fácil assimilação o romance OS MISERÁVEIS, de Victor Hugo.


Escreveu minisséries de sucesso na TV Manchete, como ROSA DOS RUMOS, FILHOS DO SOL E O GUARANI, adaptada da obra de José de Alencar, que apresentou Angélica como atriz e teve uma boa repercussão, com uma produção esmerada.


Contratado pelo SBT, escreveu a novela XICA DA SILVA para a TV Manchete sob o pseudônimo de Adamo Rangel, sendo XICA seu primeiro grande sucesso.


Sua novela FASCINAÇÃO, que revelou Regiane Alves e Mariana Ximenes, e que foi feita às pressas no SBT, teria o título de ALMA GÊMEA, que fora usado mais tarde, em outra obra sua, mas na Globo.


Contratado pela Globo, deixou, porém, no SBT, a sinopse da novela, SEGREDOS, nunca trabalhada.


Sua estreia na TV Globo foi em O CRAVO E A ROSA, que muitas vezes se igualava em IBOPE à novela das oito, feito repetido por CHOCOLATE COM PIMENTA, ALMA GÊMEA e CARAS E BOCAS.


Sua trama de fundo católico, A PADROEIRA, foi o último trabalho do diretor Walter Avancini. A novela sofreu alterações no enredo, deixando de ser adaptação de AS MINAS DE PRATA, de José de Alencar, e ganhando novas tramas e personagens.


foto: reprodução



OPINIÃO



Para mim, seus melhores trabalhos foram XICA DA SILVA, que mesmo esticada, manteve o fôlego, e teve uma boa pesquisa de época em relação ao texto (embora a direção, em algumas situações, deixou a desejar), e CHOCOLATE COM PIMENTA, que com atmosfera meio lúdica, também foi um grande trabalho de composição de personagens e de direção, embora tenha fugido dos temas históricos da época retratada. Já na literatura, destaco JUNTOS PARA SEMPRE, e justamente a adaptação de OS MISERÁVEIS, que como o primeiro, prende a atenção do começo ao fim.


Paulista de São Vicente, Michel Luiz Castellar 
é roteirista com 50 obras registradas

Leia o sexto capítulo com o autor

Alcides Nogueira 


de I LOVE PARAISÓPOLIS




Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here