quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

SBT foi a emissora que mais cresceu em janeiro

foto: reprodução



O SBT - Sistema Brasileiro de Televisão está em festa! A emissora paulista saltou de 4,9 pontos de média no último mês de 2015 para 5,2 pontos de média em janeiro de 2016, que significa um crescimento de 7%, na faixa das 24h de acordo com o PNT (Painel Nacional de Televisão). A Record cresceu 2% e a Globo subiu 3% - no mesmo período de comparação.

Das 6h às 12h, o SBT manteve-se com 3,6 pontos de média e viu as concorrentes declinarem em audiência. A Record apresentou uma queda de 5% e a Globo 3%.

Das 12h às 18h, o SBT mais uma vez foi a TV que registrou o maior aumento: 13%. Em dezembro do ano passado, o canal de Sílvio Santos consolidou 5,6 pontos de média e, no último mês de janeiro, 6,3 pontos. A Record cresceu apenas 8% e a Globo 7%.

No horário mais concorrido e com anúncios publicitários mais valiosos, das 18h às 24h, o SBT também foi a emissora que mais cresceu, e apresentou um aumento de 6% com um salto de 7,3 pontos para 7,8 pontos de média. A Record subiu 4% e a Globo 5%. 

No último horário de medição, das 0h às 6h, o SBT foi a única rede a registrar crescimento, 5%. Em dezembro de 2015, o SBT alcançou 3,1 pontos, em janeiro de 2016, pulou para 3,3 pontos. A Record caiu 14% e a Globo 4%. 

Maior crescimento
O SBT foi a emissora que mais cresceu em janeiro em todas as faixas de horário no comparativo com dezembro do ano passado, e também em relação ao mês de janeiro de 2015. Na faixa 24 horas, em janeiro do ano passado, a média foi de 4,5 pontos, em janeiro deste ano, a média foi de 5,2 pontos, um crescimento de 16%.

Confira, a partir de agora, o crescimento por período de janeiro/2015 em relação a janeiro/2016:

Manhã
de 3,1 para 3,6 pontos
aumento de 15%.

Tarde
de 5,7 para 6,3 pontos
aumento de 10%.

Noite
de 6,6 para 7,8 pontos
aumento de 18%.

Madrugada
de 2,7 para 3,3 pontos
aumento de 23%.

fonte: Ibope
Cada ponto de audiência no PNT equivale a quase 240 mil domicílios. Em média, são 3,3 habitantes (dados baseados e utilizados do Censo).


Leia as Entrevistas
do blog

0 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.