Amaury Jr. entrevista com exclusividade o autor Aguinaldo Silva

0
foto: Fco. Patrício

O renomado autor de novelas da Globo
também fala sobre polêmica envolvendo
o jornalista Datena da Band

Nesta sexta para sábado (10), o ‘Programa Amaury Jr.’ entrevista com exclusividade o renomado autor de novelas da Globo, Aguinaldo Silva. No bate-papo, o dramaturgo, jornalista e escritor relembra o início da carreira, fala sobre seu mais novo livro ‘Turno da Noite’, e comenta o episódio polêmico envolvendo o apresentador da Band, Datena: “Ele é que teve um desentendimento comigo, porque perguntaram o que eu achava de programas policiais e eu dei minha opinião, de que esses programas têm características meio ‘fake’, meio ficção. (…) Não falei do Datena, especialmente, falei do gênero, e ele tomou as dores, falou coisas desagradáveis a meu respeito, porque o Datena é um homem passional. Mas eu adoro o Datena, acho ele um fofo”, revelou.

Como se fosse a primeira
Aguinaldo Silva é um dos homens mais importantes da televisão brasileira, e o único autor que só escreveu para o horário de maior alcance de audiência da televisão, a faixa das 21h. O pernambuco de Carpina falou sobre ainda sentir necessidade de provar seu valor para si próprio: “Preciso provar para mim mesmo que estou vivo e só estou vivo se continuar fazendo novelas que realmente valham a pena“, contou ele, ressaltando que trata cada uma de suas novelas “como se fosse a primeira”.

Na conversa, Amaury Jr. não deixou de perguntar, é claro, sobre os desafios de alterar suas ideias pré-concebidas para uma novela: “O que a novela presente, quer ou precisa é ter audiência. Você precisa agradar ao público, precisa saber o que o telespectador quer ver (…) Como a novela é uma obra aberta, você vai escrevendo à medida que ela vai pro ar, fica mais fácil de conduzir esse mecanismo que atrai mais facilmente o telespectador, mas é complicado. Às vezes, você gosta mais de uma história de uma personagem, e descobre que o público não gosta. E aí é preciso deixá-lo de lado, esquecer um pouco… Quem manda é audiência”, revela.

Beijo gay
Ainda na entrevista, Aguinaldo Silva relembra a afirmação de que nunca exibiria um beijo gay em suas novelas: “Quando escrevo uma novela, a primeira coisa que eu penso é o que minha mãe iria achar disso. Embora já tenha morrido há muitos anos, minha mãe é minha grande telespectadora, então não escrevo nada que a deixaria chocada (…) Eu evito situações em minhas novelas que sejam muito voltadas para determinado grupo minoritário, porque a novela é vista por 40 milhões de pessoas”.

O ‘Programa Amaury Jr.’ vai ao ar à 1h, pela RedeTV!

Fonte: Imprensa RedeTV!

Acesse o 
Digital



Leia as Entrevistas
do TVaBordo
Curta

Siga
Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here