segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Em entrevista ao GNT, Betty Faria se emociona ao relembrar José Wilker, Cláudio Marzo, Hugo Carvana e Roberto Talma

foto: reprodução

Atriz também comentou
sobre o uso da maconha

Uma entrevista que já deu muito o que falar. A atriz Betty Faria, intérprete de grandes personagens no teatro, no cinema e na TV, conversou com o jornalista Pedro Bial em 'Programa com Bial' no canal por assinatura, GNT.

Artrite reumatoide
O bate papo com o Bial aconteceu ontem (16), mas a sua repercussão vem desde quando foi gravado. Na conversa, Betty contou que sofre de artrite reumatoide e associou a doença autoimune ao seu afastamento da Globo: "Foi uma fase muito difícil. Não deixei ninguém saber e isso gerou essa doença. Quando eu saí (da Globo), achei que fosse enlouquecer. Foi tão violento, porque eu trabalhava todo o tempo e, de repente, eu não trabalhava mais.", revelou, e ainda relembrou suas personagens no canal carioca.

Pedro Bial mostrou à Betty uma cena do filme 'Bye, Bye, Brasil', dirigido por Cacá Diegues e que tinha José Wilker como seu parceiro no longa: "Nos últimos dois anos perdi meus melhores amigos. Ninguém mais fala do Wilker?! E Cláudio Marzo avô da minha neta querida mais velha, meu amigo da vida toda. E o Hugo Carvana, eu fiz o último filme dele! E o Roberto Talma, que dirigiu coisas lindas e importantes?", desabafou.

Maconha
Mas foi sobre o assunto maconha que a entrevista teve bastante repercussão nas redes sociais, inclusive, o seu nome figurou entre os dez assuntos mais comentados do Brasil, no Twitter: "Sempre fumei muito e é uma mentira dizer que mexe com a memória, porque eu fumei muita maconha e nunca tive problema de memória", revelou Betty.

'Programa com Bial' é exibido todos os domingos, às 20h, no GNT.

Sobre José Wilker, Cláudio Marzo,
Hugo Carvana e Roberto Talma,
confira AQUI

Sobre a maconha,
confira AQUI


Leia as Entrevistas
do TVaBordo

Curta

Siga

0 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.