sábado, 31 de dezembro de 2016

O último post de 2016


Estamos nos derradeiros momentos de 2016.
E em meio a um país mergulhado numa crise financeira, as grandes redes de televisão continuaram a investir em dramaturgia, com boa resposta do público e recordes marcados.
O ano velho dá passagem para o ano novo e a nossa tradicional despedida com os programas que fizeram a história da telinha tupiniquim, e os que não fizeram também.
2016 foi um ano maravilhoso para o TV a Bordo. Nossas matérias tiveram visualizações astronômicas e conquistamos mais espaço. 
Fomos testemunha ocular do lançamento da programação da Record TV e da RedeTV, além de participarmos das coletivas de imprensa da estreia dos produtos, também no SBT.

Aqui fica o nosso Muito Obrigado!

E o último post começa assim...

O ano inicia-se com 'Ligações Perigosas', invasão ao Morro do 'Alemão' e o debut de 'Os Dez Mandamentos' nas telonas. Nas ruas só se falava que o que acontece de ruim na vida da gente é pra miorá, e a telinha viveu um 'Eta Mundo Bom'.


A 'Batalha dos Confeiteiros' virou dos 'Cozinheiros' e o 'Master Chef' deixou de ser amador para ser tornar 'Master Chef Profissionais'. O 'Jogo de Panelas' do 'Mais Você' chegou a edição de número 21. A 'Cozinha Sob Pressão' permaneceu e foi a vez do 'Duelo de Mães'. Esposas e esposos se uniram para ganhar e travaram o primeiro 'The Power Couple Brasil' e, claro, com 'Roberto Justus Mais' uma vez apresentando.

Nunca se conversou tanto pelos cotovelos: teve 'The Noite' com Danilo Gentili, 'AdNight' com Marcelo Adnet, Porchat desembarcando com o seu 'Programa do Porchat' e a despedida do beijo do gordo com a exibição da última temporada do 'Programa do Jô'.


Para descobrir se a 'Malhação' encontrou o 'Seu Lugar no Mundo' foi preciso testar 'A Lei do Amor', embarcar no 'Mar de Amor' e chorar 'Lágrimas de Amor', mesmo assim, teve quem fez 'Carinha de Anjo' para descobrir quem foi 'A Usurpadora' pela sétima vez.


'Pro Dia Nascer Feliz' foi preciso ver o 'Sol Nascente' em uma 'Terra Prometida', e 'A Garota da Moto' esteve 'Totalmente Demais'. O 'Velho Chico' viu as turcas 'Ezel' e 'Sila' estrearem no Brasil com 'Liberdade, Liberdade'.

'Haja Coração' para assistir tantas emoções nos 'Jogos Olímpicos da Rio 2016', e para aguentar tanta corrupção e tanta delação no 'Balanço Geral' da Lava-Jato. No noticiário do 'Jornal Nacional' só se falava de dinheiro desviado para a Suíça, de empreiteiro pagando propina, de político caindo em grampo e anunciando, pela segunda vez, um impeachment da primeira presidente do Brasil.


Mas não acabou ainda, sofremos com chicotes e açoites em 'Escrava Mãe', uma mexicana lutar pela sua paixão mesmo sendo 'A Gata', cantar ao som de uma aventura musical no ritmo de 'Rock Story' e ficar apavorado com a 'SuperMax'.

Em 2017, a gente sabe que 'Nada Será Como Antes', porque vem 'Belaventura' por aí, e se quiserem atrapalhar as boas produções, estaremos prontos para exclamar: 'Vade Retro', mesmo que 'Dois Irmãos' transformem os 'Filhos da Pátria' num possível 'Apocalipse'.

por Warlen Pontes
warlenpontes@hotmail.com 


O último post de 2015

Curta

Siga

0 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.