Ministro Gilmar Mendes fala ao ‘É Notícia’ da RedeTV!

0
foto: Divulgação RedeTV!

Ministro Gilmar Mendes em entrevista
ao ‘É Notícia’: “É bom que o STF não seja
imune à política.”
O ‘É Notícia’ da madrugada desta terça-feira (31) trouxe uma entrevista com o ministro Gilmar Mendes. Na conversa com a jornalista Amanda Klein, o magistrado lamentou a perda de Teori Zavascki e analisou seu impacto para o País. “Se tratava de um grande juiz, como todo o Brasil hoje reconhece. Ele era a figura talhada para a relatoria da Lava Jato no Supremo. (…) Acho que todo mundo, de alguma forma, sente e chora a perda desta figura extremamente importante e decente, ponderou.

Lava jato
Mendes também afirmou que o andamento da Lava Jato não corre risco no Supremo e que o processo não deve sofrer atrasos tão significativos. “Está em boas mãos e irá prosseguir independentemente de quem venha a ser o relator”, opinou ele. Sobre o substituto de Teori, disse que é “fundamental que quem venha ao Supremo saiba a carga simbólica que isso representa e que assuma realmente esse grau de imparcialidade” e argumentou: “Se fosse emitir um juízo, eu diria que não queria ser relator da Lava Jato”.

foto: Divulgação RedeTV!

Ministro Gilmar Mendes

Conduções coercitivas
Apesar dos elogios à Operação Lava Jato, Mendes também criticou o ‘excesso’ nos casos das conduções coercitivas, assim como a ‘qualidade’ das prisões preventivas e defendeu a atualização da Lei de Abuso de Autoridade. “O Brasil tem carência de uma Lei de Abuso de Autoridade. Nossa última lei que consolida esse tipo de abuso é de 1965, do ministro da Justiça Milton Campos, do governo militar. Essa lei está totalmente ultrapassada. Vazamentos, divulgação de fatos que não deveria ocorrer, isso não existia na época, então precisamos atualizar. E o abuso de autoridade no Brasil vai de A a Z: começa com o guarda de esquina e muitas vezes vai ate o vice-presidente, presidente da República”.

Questionado a respeito de como o STF deve atuar nas questões políticas, o ministro foi enfático: “É bom que o STF não seja imune à política, caso contrário, viraria um autista institucional”.

Ao final da entrevista, Gilmar Mendes fez considerações sobre o presidente Michel Temer. “Ele tem conduzido o Brasil com grande lucidez, num momento extremamente difícil. Sobretudo, acho que se destaca no presidente essa serenidade em momentos difíceis”.
 
Com apresentação de Amanda Klein, o ‘É Notícia’ vai ao ar de segunda para terça-feira, à 1h15, pela RedeTV!

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here