quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Jornalismo da Record TV em alta: 'Jornal da Record' atinge recorde nacional com melhor média de audiência de sua história

foto: reprodução

'Jornal da Record' cresce 150%
no PNT 

O jornalismo da Record TV está em alta! O 'Jornal da Record', principal noticiário exibido em horário nobre, começou 2017 com o melhor resultado no mês de janeiro de toda a sua história, segundo dados do PNT (Painel Nacional de Televisão), ao atingir a marca de 9,7 pontos de média e 14% de share.

Além do resultado expressivo, o telejornal comandado por Adriana Araújo e Celso Freitas, apresentou um crescimento de 150% em relação a janeiro de 2001, quando assinalou 3,9 pontos de média e 8,4% de share.


Em relação a janeiro de 2016, quando registrou 7,4 pontos de média, o progresso foi de 30%.

A seguir, confira a evolução da média de audiência no mês de janeiro, desde 2001:

2001
3,9 pontos
2002
5,1 pontos
2003
4,2 pontos
2004
4 pontos
2005
3,7 pontos
2006
6,2 pontos
2007
7,5 pontos
2008
6,9 pontos
2009
8,5 pontos
2010
7,3 pontos
2011
7,8 pontos
2012
7,1 pontos
2013
5,6 pontos
2014
5,2 pontos
2015
5,7 pontos
2016
7,4 pontos
2017
9,7 pontos

Ficha técnica:

Editores-executivos
Hélio Matosinho
Pátrícia Rodrigues

Editores
Ângela Canguçu
Camila Moraes
Carolina Capozzi
Célio Galvão
Cybele Kogan
Cloris Akonteh
Eduardo Prestes
Everton Holts
Luiz Piratininga
Luciana Bérgamo
Márcia Cunha
Octavio Tostes
Paulo Guimarães
Roberta Rodrigues
Ronald Jonhston
Vinicius Souto
Kiko Ribeiro

Coordenação
Marcelo Souza

Coordenação Internacional
Sandro Moreira

Chefia de Reportagem
Gilberto Gava

Coordenação de Pauta
Maria Paula Bexiga

Produção
Ladislau Cardoso

Direção de Operações e Engenharia
José Marcelo do Amaral

Chefia de Redação
Leandro Cipoloni
Luiz Canário
Thiago Contreira

Correspondentes Internacionais
Cintia Godoy, Tóquio (Japão)
Rachel Vargas, Nova York (EUA)
André Tal, Londres (Inglaterra)
Heloisa Villela, Nova York (EUA)
Herbert Moraes, Jerusalém (Israel)

Diretor de Jornalismo
Douglas Tavolaro




Curta

Siga

0 comentários:

Postar um comentário

Ofensas não serão publicadas.