Check-In com Marcílio Moraes: "Ser autor de novelas é uma profissão insana."

  • sexta-feira, março 17, 2017
  • By Warlen Pontes
  • 0 Comments

foto: arquivo pessoal

por Warlen Pontes
warlenpontes@hotmail.com

Nesta segunda parte, o ator Giuseppe Oristânio, que esteve presente em três obras de Marcílio Moraes e a atriz, Bianca Rinaldi, intérprete de Arminda Caligari, em 'Ribeirão do Tempo', participam da entrevista.

Em sequência, depoimentos inéditos de Alexandre Avancini, diretor em 'Vidas Opostas' e 'A Lei e o Crime', obras que foram um marco na teledramaturgia nacional; de Daniel Figueiredo, célebre compositor em 'Vidas Opostas', 'A Lei e o Crime' e 'Ribeirão do Tempo'; Marcelo Serrado, ator que viveu a figura emblemática do delegado Nogueira, em 'Vidas Opostas' e Maytê Piragibe, a primeira protagonista favelada da TV brasileira, também em 'Vidas Opostas'. 

Não podemos deixar de mencionar que Marcílio Moraes estreia no cinema com o longa 'O Crime da Gávea' com Simone Spoladore e Ricardo Duque encabeçando o elenco. Na direção da produção carioca está André Warwar, que dirige seu primeiro filme. (trailer depois dos scripts).

Por fim, além do Jogo Rápido, com exclusividade, parte do script do primeiro capítulo de 'Ribeirão do Tempo' e o último trecho de 'Plano Alto', minissérie da Record TV, sucesso incontestável da crítica especializada.   

CARREIRA
Na Globo
'A Juíza' (inédita)
'Roque Santeiro'
'Rodo de Fogo'
'Mandala'
'Mico Preto'
'Sonho Meu'
'Irmãos Coragem' (remake)
Minisséries
'Láercio é Nosso Rei'
'Noivas de Copacabana'
'Dona Flor e Seus Dois Maridos'
'Chiquinha Gonzaga'

Na Record TV
'Essas Mulheres'
'Vidas Opostas'
'Ribeirão do Tempo'
Seriados
'A Lei e o Crime'
'Fora de Controle'
'Plano Alto'


Promotor Rodrigo César 
no remake de 'Irmãos Coragem',
Bruno Fernandes em 'Ribeirão do Tempo' e
Traçado em 'Plano Alto'.

"Marcílio, querido, eu sei que quando a gente nasceu para exercer determinada atividade, nada representa grande sofrimento, mas a minha curiosidade é grande: que tipo de preparo físico e intelectual é necessário para escrever tanta coisa em tão pouco tempo? Quando um cara escreve uma novela, escreve pelo menos 50 páginas por dia. Inventa dezenas de histórias todo dia... Ao final de um processo desses, dá vontade de nem olhar para as teclas e nem digitar mais nada? Ou imediatamente a cabeça já te oferece outras propostas?
Marcílio Moraes - Oristânio, escrever é pouco, acabar de escrever uma novela é que é um enorme trauma. Você, que passava 24 horas por dia convivendo com aqueles personagens, de repente se vê sozinho, abandonado, tendo que refazer as amizades e os afetos do mundo real, que você tinha deixado para lá, esquecido, e tendo sido esquecido, por outro lado. Nos primeiros dias, você quer voltar a escrever, só depois de algumas semanas começa a desacelerar. Profissão insana... ahahahahahah.


Arminda Caligari em
'Ribeirão do Tempo'

"Querido Marcílio, o que te motivou escrever 'Ribeirão do Tempo'?
Marcílio Moraes - Querida Bianca, dei uma resposta (na primeira parte desta entrevista) listando várias razões. Só omiti a principal: escrevi 'Ribeirão' para ter a possibilidade de trabalhar com você como minha protagonista.

"Quando você vai escrever outra, pra gente fazer sucesso juntos?"
Marcílio Moraes - Assim que for convidado a escrever outra.

A seguir, confira depoimentos especiais a
Marcílio Moraes:


"O Marcílio pra mim é um dos maiores autores da atualidade em teledramaturgia, agora estreando no cinema.Tem um texto muito dele, muito pessoal. O nosso universo de televisão se repete muito e o Marcílio consegue ter muito texto em seu diálogo; os diálogos mais afiados que eu conheço. Eu fiz com ele 'Vidas Opostas', que foi um grande sucesso da televisão brasileira, batia a Globo várias vezes no Ibope. O elenco principal filmava na comunidade de verdade (sem cidade cenográfica). Pela primeira vez na televisão brasileira foi abordada a guerra do tráfico, polícia, bandido e a sociedade. Um projeto muito bacana e o Marcílio sempre muito parceiro. Na sequência, a gente fez 'A Lei e o Crime', outro projeto de muito sucesso, que também bateu a Globo várias vezes, ficamos em primeiro lugar várias vezes.  É o autor que troca muito. A gente conversa muito. Eu já sou chegado no gênero ação e o Marcílio é um autor que permite também brincar nesse gênero. É sempre um prazer trabalhar com ele". Alexandre Avancini, diretor


foto: Ricardo Fuji

"Marcílio Moraes é o "mestre dos mestres", que 'apesar' de ser um intelectual, consegue escrever para qualquer público, de A a Z. Foi uma grande honra ter sido o produtor musical de três obras dele: 'Vidas Opostas', 'Ribeirão do Tempo' e A lei e o crime', esse último, um dos meus trabalhos favoritos" 
Daniel Figueiredo, Produtor Musical.


"Trabalhar com o Marcílio Moraes foi um divisor de águas com um personagem extremamente sofisticado e profundo, muito bem escrito e bem construído por ele.  Personagem cheio de 'ups e downs' e contradições. O delegado (Nogueira) com aquela cabeça raspada, maluco, que ouvia Beethoven. Eu me lembro que eu parava em blitz no Rio de Janeiro e as pessoas pediam para eu tirar foto, os policiais.  Carnaval na Bahia, todo mundo vinha falar comigo e eu fazendo uma novela na Record. A novela foi um sucesso! Ganhei o prêmio APCA de Melhor Ator do ano, que dividi com o Wagner Moura neste dia. Foi o personagem que me trouxe de volta à Globo. Eu sou muito grato ao Marcílio. Eu acho ele incrível! Um grande autor! Sou fã dele!"
Marcelo Serrado, delegado Nogueira 
em 'Vidas Opostas', Record TV - 2006/2007.


"Marcílio deu a minha primeira protagonista da carreira, que foi a Joana de 'Vidas Opostas'. Uma novela marcante, que 10 anos depois ainda desponta no mercado. Eu escuto o feedback do público, o quanto as pessoas eram apaixonadas por esta novela e me dão os parabéns pelo trabalho. Foi o ápice (sem dúvida) da minha carreira, em que as pessoas realmente conheceram o meu trabalho. A gente batia a Globo direto. Um Ibope sensacional, e um grande sucesso. Uma honra e uma felicidade poder interpretar uma personagem tão visceral, real, como foi ela. A Joana morava na favela e a gente rodava e filmava na própria favela do Flamengo e do Catete. O texto do Marcílio era de uma facilidade, porque era muito próximo da nossa realidade, muito fácil de decorar na época. Ele é extremamente generoso, um ser humano extremamente inteligente, talentoso, educado, um gentleman! E eu ainda morro de vontade de trabalhar com ele. Se Deus quiser".
Maytê Piragibe, Joana,
em 'Vidas Opostas', Record TV - 2006/2007

A seguir, os scripts:




Assista ao trailer
de 'O Crime da Gávea'



Marcílio Moraes
Petrópolis, 27 de julho de 1944


Jogo Rápido

Um ator fantástico
Giuseppe Oristânio

Uma atriz ímpar
Bianca Rinaldi

Cantor
Milton Nascimento

Cantora
Nina Simone

Filme brasileiro
'O Cangaceiro', década de 1950,
da Vera Cruz, direção de Lima Barreto. Assisti quando menino e nunca esqueci.

Filme estrangeiro
'Harakiri', do diretor japonês Kobayashi, década de 1960.

Música da sua vida
Beethoven, conjunto da obra.


Livro de cabeceira
'Os Demônios', de Dostoiévski.

Ditado, frase ou verso:
"Certas coisas só são amargas se a gente as engole " Millôr Fernandes.

Poeta
Fernando Pessoa.

Escritores
Homero, Shakespeare,
Cervantes, Machado e muitos.

Sonho
Não ter pesadelos.

Religião
Nenhuma. Parodiando Groucho Marx,
que afirmou que não entraria num clube que o aceitasse como sócio, digo que não teria fé numa religião em que eu acreditasse. 

Humor ou drama?
Ironia, porque é o mais divertido
exercício da inteligência.

Série ou novela?
Gosto de novela, às vezes. 
Para escrever, a série é muito
mais instigante.

Se fosse voltar ao tempo,
voltaria para qual época?
Grécia Antiga.

Arrependimento
Tantos que não dá para contar,
o que equaliza tudo e acaba dando
no mesmo. Fico com aquela música
francesa "Non, je ne regrette rien", 
não me arrependo de nada, 
não rejeito nada. 

Amor
Todas as mulheres, 
especialmente a minha...

Paixão
Pelo imaginário.

Morte
Hoje já se especula que,
com o avanço da ciência, 
o homem não vai mais morrer.
Temo que nessa ocasião 
a poesia vai acabar.

Família
Um aconchego.

Brasil
Tem uma grande vantagem:
neste país não se morre de tédio.

PT ou PSDB?
A escolha é dura, mas fico
com o PSDB.

Marcílio Moraes por
Marcílio Moraes:
Quem é esse cara?

Mensagem a todos que
o admiram:
Pensem bem.

#MarcilioMoraesnoTVaBordo


Curta

Siga

You Might Also Like

0 comentários

Ofensas não serão publicadas.