Panama Papers vence Pulitzer, mais importante prêmio do jornalismo mundial, com parceria da RedeTV!

  • segunda-feira, abril 10, 2017
  • By Warlen Pontes
  • 0 Comments

foto: Divulgação +RedeTv! 

RedeTV! foi única emissora
de TV brasileira a  participar
do Consórcio Internacional
de Jornalistas Investigativos

O consórcio "Panama Papers" venceu o prêmio Pulitzer na categoria "Explanatory Reporting", uma reportagem que explica em detalhes um grande tema. A Rede TV! foi a única emissora de TV brasileira a participar no Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) por meio da associação do superintendente de Jornalismo e Esportes da emissora Franz Vacek, que esteve pessoalmente na sede da entidade em Washington, nos Estados Unidos, para afiliar-se em 2015.
Criou-se um núcleo interno composto pelos jornalistas Diego Vega, Fernanda Mainzer e Mauro Tagliaferri para investigar as denúncias em conjunto com os parceiros no projeto: Uol e O Estado de São Paulo.
"É uma honra ter participado diretamente do Panama Papers e ter sido o braço televisivo no Brasil do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos. Sem dúvida esse reconhecimento mundial é extremamente gratificante na minha carreira e para o jornalismo da RedeTV!", exalta Franz Vacek.
Levantamento conduzido pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos identificou pelo menos 37 offshores criadas ou operadas pela Mossack Fonseca - quarto maior escritório de advocacia offshore do mundo - que já foram mencionadas em investigações e processos judiciais sobre recursos naturais na África.
O caso consiste basicamente em colocar dinheiro em empresas no Panamá para evitar fiscalização e impostos. Os papéis mostram que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, Nawaz Sharif, primeiro-ministro paquistanês, Petro Poroshenko, presidente da Ucrânia, o então primeiro ministro da Islândia, Sigmundur Gunnlaugsson, passando por estrelas do futebol como Michel Platini, craque do futebol francês e ex-presidente da UEFA, Clarence Seedorf, Zamorano e Lionel Messi. Até artistas, como o cineasta Pedro Almodóvar, o ator Jackie Chan e o empresário da indústria fonográfica David Geffen colocaram seu dinheiro por lá, entre muitos outros.
O Brasil consta na lista e está representado pelo juiz Joaquim Barbosa, o senador Edison Lobão, do PMDB, Eduardo Cunha, ex- presidente da Câmara dos Deputados, também do PMDB, além do cantor Roberto Carlos.
Confira a íntegra da investigação especial 'Panama Papers',


Curta

Siga

You Might Also Like

0 comentários

Ofensas não serão publicadas.