Adriana Galisteu recebe o psiquiatra Luiz Cuschnir no ‘Face a Face’

0
foto: Divulgação Voice 
Comunicação

Psiquiatra fala sobre
as dificuldades de relacionamento
entre homens e mulheres
Considerado o especialista brasileiro mais respeitado em questões masculinas e femininas, o psiquiatra Luiz Cuschnir é o entrevistado de Adriana Galisteu, no programa Face a Face, que vai ao ar hoje (23/5), às 22 horas, pelo Bandnews TV.
Com mais de 40 anos de experiência em psiquiatria e psicoterapia com adolescentes, adultos, casais e famílias, Cuschnir afirmou que os homens traem mais que as mulheres. No entanto, o psiquiatra disse que as mulheres também buscam outros relacionamentos fora do casamento para satisfazê-las emocionalmente. Segundo o especialista, é muito difícil uma única pessoa conseguir satisfazer a necessidade amorosa de alguém durante a vida toda. “A única alternativa é não deixar o amor no casamento morrer. É preciso manter a necessidade de chegar perto, aprender, olhar e sempre tocar o outro”, aconselhou Cuschnir.
Por culpa, disse o psiquiatra, os homens podem manter um mau casamento. Já as mulheres, segundo ele, permanecem em um relacionamento fracassado por meio de encerrar seu projeto de vida em que o matrimônio tem papel fundamental. Na entrevista, o especialista apresentou seu novo livro, Jeito de Falar, que ensina as pessoas a dizer exatamente aquilo que pretendem.
Face a Face
O Face a Face é uma proposta do Grupo Doria – que também detém o programa Show Business, exibido há 23 anos e que já soma mais de cinco mil entrevistas, veiculado pela TV Bandeirantes – que busca aproximar ainda mais as personalidades do público em geral, com entrevistas intimistas. O talk show é exibido às terças-feiras, às 22h, com reprises aos sábados, às 22h30, e na madrugada de domingo para segunda, às 3h30, no Bandnews TV, canais 77 da NET, 51 da Vivo TV e 107 da Sky.

Assista na íntegra


Curta

Siga

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.