Números do GFK apontam crescimento de 14% da Record TV e 26% para Globo

0
foto: reprodução

Em comparação com
Kantar Ibope Media, 
números da audiência
divergem

A chegada de um dos principais institutos de estudos do mercado no mundo, a alemã GfK, aterrizou no Brasil graças à Record TV, SBT e RedeTV!, que investiram 100 milhões de dólares para viabilizar a sua entrada no Brasil, sob alegação de que os números do Ibope beneficiavam a Globo.

A divulgação dos primeiros números “100% puros” mostram que os índices da Globo são ainda maiores, de acordo com o jornalista Daniel Castro. Em maio, as atrações da Globo tiveram audiências até 26% superiores na GfK do que no Ibope, na Grande São Paulo.

Além da Grande São Paulo, a Gfk mede audiência em 15 regiões metropolitanas do Brasil desde novembro de 2015, mas os dados até hoje não eram divulgados porque estavam passando por ajustes.

Na média dia da Grande São Paulo, todos os canais apresentaram aumento no instituto alemão. No caso da Globo, o crescimento foi ainda maior. Tem 12,8% mais público das 7h às 23h59 (18,5 pontos na GfK, versus 16,4 pontos no Ibope).

Nas outras emissoras também foram apresentados números diferentes: A Record TV passou de 6,3 para 6,9; o SBT de 6 para 6,5; a Band de 2,5  para 2,8 e a RedeTV! manteve os 0,6. A explicação para esses números divergentes está no total de televisores ligados: GfK 51.2, enquanto que no Kantar Ibope 48.8, uma diferença de 4,9%.

Em se tratando de média nacional, a Record TV saiu na frente das outras emissoras com um resultado 14% maior. Os números refletem ao PNT (Painel Nacional de Televisão), que conferiu os algarismos em 15 mercados, das 7h às 24h, em maio de 2017. 


Mesmo com os números não tão impressionantes e testificando o grande público da Vênus Platinada, a Record TV, SBT e RedeTV! estão satisfeitas com o instituto, que é visto como mais confiável que o Ibope, porque a amostragem é maior e também por haver mais transparência.


Curta

Siga
Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here