EXCLUSIVO: Assédio sexual nas categorias de base do futebol brasileiro é tema do ‘Esporte Fantástico’

0
foto: Divulgação +RECORD TV 
Sandro Hiroshi
Sandro Hiroshi, ex-jogador e atual 
dirigente de futebol revela 
que precisou mudar o 
alojamento dos meninos 
O Esporte Fantástico deste sábado, 16/09, às 10h15, exibe reportagem inédita sobre o assédio sexual nas categorias de base do futebol brasileiro. O programa foi até Ribeirão Branco (SP) e conversou, com exclusividade, com os pais de crianças vítimas de abuso sexual em um projeto voluntário que tinha como objetivo treinar garotos que sonhavam em ser jogadores, mas culminou com um desfecho que chocou o País.
Atuando como treinador, Altamir Pontes de Matos, de 34 anos, foi acusado de abusar de pelo menos 17 menores de idade, entre oito e doze anos – 11 estupros foram confirmados pelo IML (Instituto Médico legal) e outros casos foram relatados como masturbação, assédio e sexo oral. O trauma foi tão grande na comunidade que alguns pais só aceitaram falar sobre o assunto sem serem identificados.
“A gente ficou doido da cabeça. Imagine um lugar pequeno desses acontecer um fato que aconteceu aqui, né? A gente trabalhava e não sabia o que se passava com as crianças. Elas chegavam e falavam que iam jogar bola. Dói muito, porque eu tive sete filhos. Trabalhando na roça como eu trabalho eu nunca imaginaria que fosse acontecer com meu filho uma coisa dessas. Eu quero que ele sinta na pele tudo o que ele fez pro meu filhorevela uma mãe.
Segundo o delegado Lucio Antônio Barbos, Altamir atraia os garotos para sua casa oferecendo dinheiro, cheque, presentes como camisetas, shorts, tênis, sapato, enfim, tudo aquilo que uma criança humilde, simples, não tem. Lá aconteciam as violências sexuais.
Ivete Rodrigues Ferreira, mãe de uma das vítimas, fez questão de mostrar o rosto e falou sobre a tristeza de ver o sonho do filho em ser um atleta profissional ser destruído de forma tão brutal: “Está trazendo uma raiva, um ódio muito grande dentro de mim que está sendo complicado. Fiquei quatro dias sem comer e beber por causa desse homem. Estou sofrendo por todas as crianças, não só pelo que aconteceu com meu filho. Ele tem que pagar por tudo o que fez, nem que ele fique duzentos anos na cadeia vai pagar o nosso sofrimento”.
O caso veio à tona graças a uma funcionária de uma escola que desconfiou da conversa dos alunos. Adriana de Moraes, diretora da instituição de ensino, revelou: “Ela viu o teor das conversas e percebeu que tinha algo errado. Ela procurou imediatamente a gestão da escola e a coordenadora falou com um aluno. Esse aluno começou a conversar com a coordenadora e relatou tudo o que estava acontecendo”.
Adriana ainda conta que Altamir chegou a oferecer os serviços para a escola. “Ele nos procurou em fevereiro e eu já não permiti que ele entrasse. Ele queria entrar na escola e convidar o 4º e 5º ano, que é o perfil de alunos que ele buscava nos treinos de futebol e eu não confiei nele”.

foto: Divulgação +RECORD TV 
O esportivo também exibe uma entrevista exclusiva com Sandro Hiroshi, ex-jogador do São Paulo. Atualmente, ele é um dos responsáveis pelas categorias de base do Rio Branco de Americana. Ao programa, ele revela que alguns atletas do clube já foram assediados e que teve que mudar o local do alojamento dos garotos para evitar outros casos semelhantes.
“Os garotos ficavam em outro alojamento e o trajeto da escola entre ida e volta passava por uma rua escura, com movimentação de pessoas perigosas. Era muito perigoso para eles. Alguns já foram assediados. Por isso, nossa preocupação de mudar para outro alojamento, para não ter esse problema”.
O Esporte Fantástico vai ao ar aos sábados, às 10h15, e é apresentado por Cláudia Reis, Juliana Rios, Lucas Pereira e Mylena Ciribelli.

Fonte: Assessoria Record TV

Curta

Siga
Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here