Os flagrantes do bem registrados por câmeras de segurança no ‘Câmera Record’

0
foto: reprodução

Programa mostra que estes equipamentos

têm registros que vão muito além de

crimes, brigas e acidentes

Câmeras de segurança são instaladas para registrar a ação de criminosos. Mas as milhares de lentes que vigiam as grandes cidades do país também flagram cenas de cidadania explícita. O Câmera Record deste domingo, 08/10, revela gestos de solidariedade e atos de coragem e compaixão captados por sistemas de monitoramento.

Numa estação de trem na periferia de São Paulo, um bebê apressado transformou a segurança Simone Lucarelli em parteira improvisada. Ela teve de correr para socorrer Daiane Lima, que teve o filho ali mesmo, no banheiro feminino. “Se não fosse ela, eu não sei o que seria (de mim)”, diz a passageira. O circuito de monitoramento registrou toda a correria. “Ela estava deitada no chão e o bebê já estava saindo”, conta a segurança. “É uma emoção grande porque a gente lembra dos nossos filhos.”

Em Porto Alegre, outro reencontro comovente: o do motorista de um ônibus que resolveu encarar um incêndio no meio do trânsito. As câmeras do ônibus gravaram o desespero de Rubem da Silva, do cobrador e dos passageiros ao perceber que as chamas consumiam o carro onde estava Maximiliano Alves. “Eu não me sinto um herói”, diz Rubem. “Não pensei no que poderia dar, né? Me machucar ou coisa parecida… A atitude foi sair correndo e tentar ajudar o cara!”

O programa revela ainda histórias emocionantes que aconteceram no Rio de Janeiro, em Cuiabá e Brasília, cenas que revelam cidadãos que agiram por instinto – e sem saber que estavam sendo gravados – mostraram uma solidariedade contagiante.

 Câmera Record  é apresentado por Marcos Hummel e vai ao ar domingo (08/10), às 23h45, depois de ‘A Fazenda – Nova Chance’

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here