“Existe um câncer chamado audiência”, diz Ronnie Von

0
"Existe um câncer chamado audiência", diz Ronnie Von
(Foto: Divulgação/RedeTV!)

No programa desta sexta-feira (3), Mariana Godoy entrevista o cantor e apresentador Ronnie Von

Ronnie Von relembra a trajetória na música, iniciada em 1966, e faz uma crítica ao mercado artístico atual comparando-o  com a época em que começou a cantar. “Minha vida inteira esteve ligada à gravadora e devo tudo a ela, mas de repente elas perderam a mão e começaram a dar tiro no pé com essa história do jabá. Tudo o que faz sucesso hoje é pago. Investidores investem em alguém que eles acreditam que vá fazer sucesso, colocam dinheiro, compram a mídia e lançam. Se der certo, meio a meio [dinheiro], se não der, paciência. Mas costuma funcionar porque hoje é isso, para você começar a fazer sucesso, você precisa pagar”, diz.

“Ritmo Brasil” recebe Landau, Ângelo Máximo e a banda Biquíni Cavadão

Ronnie Von revela ter decidido interromper a carreira musical em nome da família, por conta da intensa rotina de shows. “Quando minha carreira foi para a Europa cheguei a fazer o trecho Paris-Uberaba, de um dia para o outro, jogando com o fuso horário. Não via mais minha família e você não come, não dorme. Chegou uma hora que tive que optar por algo que eu pudesse dormir em casa todos os dias: a televisão”, relembra, negando os boatos de que esteja retomando a carreira de músico. “Recebi um convite, uma intimação para a gravação de um DVD que inicialmente seria feito apenas para um grupo de amigos e toda sua arrecadação será levada para caridade. Tenho uma resistência muito grande à carreira musical hoje”, conta.

Malu Valle: “Voltar a dizer um texto do Alcides, sem dúvida, tem um gosto especial.”

Ronnie Von fala sobre audiência

Atualmente apresentando um programa de variedades na TV aberta, ao ser questionado sobre o “bichinho da audiência”, Ronnie classifica a medição minuto a minuto como uma “doença” e explica seu ponto de vista. “Existe um câncer com metástase que chama-se ‘audiência minuto a minuto’ e isso distraiu o conteúdo da TV brasileira. É um absurdo que as pessoas se envolvam com a audiência e não com o conteúdo. É um desrespeito ao telespectador e a quem está sendo entrevistado também, acho isso uma perversidade”, afirma ele.

Dono de uma carreira consolidada, Ronnie afirma não ter se deixado seduzir pelo sucesso e credita sua postura à educação que recebeu. “Você não tem sucesso, você está com sucesso. Hoje em dia é uma coisa de maluco. ‘Quero tudo, posso tudo’, as pessoas têm a síndrome de Deus e até a síndrome de professor de Deus, o que é pior ainda. Tenho muita resistência a esses grandes sucessos porque são coisas efêmeras. Fazer muito sucesso por pouco tempo acho ruim porque não tem essência, não tem nada. É uma coisa oca”.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.