Cabrini fica frente a frente com Danúbia Rangel, mulher do traficante Nem da Rocinha, no ‘Conexão Repórter’

0
Danúbia Rangel
foto Divulgação SBT

Roberto Cabrini realiza mais uma entrevista inédita e exclusiva, desta vez com Danúbia Rangelmulher do traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha. A conversa vai ao ar no Conexão Repórter deste domingo, 10 de dezembro, que mostra a ida do jornalista até a ala feminina do presídio em Bangu para encontrar a mulher de muitos apelidos: a “Dama do Morro”, a “Rainha do Tráfico”, a “Xerifa da Rocinha”, a “Diva Dada Rangel” da internet, que mesmo como presidiária mostra uma aparência bem cuidada, unhas feitas impecáveis, cabelo arrumado e óculos moderno. “Me julgam pela minha vaidade, pelas fotos que eu tirei”, afirma ela. “Nunca cheguei em um lugar e disse ‘olha, eu sou a primeira dama da Rocinha’”, continua Danúbia Rangel, que afirma ainda: “me chamam de bandida da pior espécie, mas nunca segurei uma arma“.

Danúbia Rangel

Em sua primeira entrevista, visivelmente ansiosa e tensa, a mulher de 33 anos conta como é a rotina no encarceramento, a cela que divide com outras 60 presas, o tempo em que esteve foragida, o momento de sua prisão na Ilha do Governador, a relação com Nem e outros detalhes de seu passado, como o primeiro casamento com o chefe do tráfico da comunidade Luis Fernando da Silva, o Mandioca, e depois com o segundo companheiro, Marcelo de Souza Andrade, também traficante e morto pela polícia. “Não sou exemplo para ninguém”, diz ela sobre os perfis nas redes sociais que a exaltam. Sobre o relacionamento com Nem, ela desabafa: “Desde a primeira vez que fiquei foragida, eu esperava uma palavra dessa dele (Nem): “fala à minha mulher que eu amo ela, que eu tô com ela”. Eu ficava esperando sempre, e não veio esse recado.

Condenada a 28 anos de prisão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção ativa, Danúbia Rangel fala ainda sobre a vida de ostentação que levava ao lado de Nem, com joias, implantes de silicone, carros importados, lanchas, passeios de helicóptero e roupas de grife, além de comentar o plano que traçou com o marido, preso em uma penitenciária de segurança máxima em Rondônia, para a invasão da Rocinha com o objetivo era retomar o poder nas mãos de Rogério 157, antigo aliado e hoje inimigo mortal.

O ‘Conexão Repórter’ vai ao ar todos os domingos, logo após o Programa Silvio Santos, no SBT.

LEIA TAMBÉM

SBT Brasil foi destaque na coluna Voa Alto

Quem voa alto no canal de Silvio Santos
é o jornalístico SBT BRASIL.
Exibido das 19h44 às 20h36, o principal
telejornal da emissora paulista registrou
7,2 pontos de média, share de 10,5%
e pico de 10,2 pontos, contra 5,8 pontos
da novela ‘Belaventura’, da Record TV.
Com esses números, o SBT consolidou
a vice-liderança isolada de audiência.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.