Palmeiras vence clássico e esquenta Paulistão 2018

0

Palmeiras esquenta Paulistão e nada de braçada no grupo C

Palmeiras vence clássico e esquenta Paulistão 2018
Reprodução

O Paulistão viveu um domingo especial – com diversos ingredientes. Na capital, Lucas Lima reencontrou seu ex-clube, o Santos, e saiu de campo vitorioso no clássico disputado no Allianz Parque. Contudo, foi Borja quem roubou a cena na vitória do Palmeiras.

No interior, o Corinthians foi seguro em jogo que marcou a reestreia do ídolo Emerson Sheik. Além disso, São Caetano e Mirassol fizeram o duelo dos desesperados. As três partidas foram válidas pela 5ª rodada da primeira fase.

Leia Mais

São Paulo joga bem e vence

Palmeiras esquenta Paulistão

Com o resultado do clássico, o Palmeiras segue nadando de braçada no grupo C, agora com 15 pontos, sete a mais que o São Bento que aparece logo atrás e esquenta o Paulistão. Após emplacar sua quarta vitória no estadual, o Corinthians tem a segunda melhor campanha no geral, atrás apenas do arquirrival. No grupo A, entretanto, o Timão é soberano com 12 pontos, cinco a mais que o segundo colocado Bragantino.

O clássico entre Palmeiras e Santos marcou o reencontro de Lucas Lima com seu antigo clube. Melhor para o agora meia palmeirense, que viu seu time vencer por 2 a 1, e se manter com 100% de aproveitamento no estadual. Apesar de não ter feito gol, o camisa 20 se movimentou bem e não causou nenhuma polêmica com os ex-companheiros. Substituído no final da partida, quando Roger promoveu a estreia de Gustavo Scarpa, o jogador deixou o campo aplaudido pelos quase 38 mil torcedores presentes.

Contudo, quem foi determinante para a vitória do clássico pelo Verdão foi o colombiano Borja. Antônio Carlos, porém, foi quem abriu o placar para o clube da capital. O ex-zagueiro da Ponte Preta subiu mais que toda a defesa do Peixe para marcar de cabeça aos 2 minutos da etapa inicial. Aos 4 minutos do segundo tempo, o camisa 9 bateu da entrada da área após boa tabela com Willian. Renato descontou de cabeça aos 16 minutos, determinando assim o placar final.

Corinthians vence, mas não convence

O Corinthians não foi ameaçado no Jorjão, ao bater o Novorizontino fora de casa, por 1 a 0, com gol marcado pelo Pedro Henrique, aos 40 minutos do segundo tempo. O zagueiro completou boa cobrança de falta de Jadson, testando firme para o fundo do gol. No mais, o Timão controlou bem as ações do time da casa, sobrando de destaque o retorno de Emerson Sheik. Aos 20 minutos do segundo tempo, Fábio Carille promoveu o retorno de Emerson Sheik ao Corinthians. O atacante entrou no lugar de Clayson. A ser ressaltado, o polêmico jogador utilizou a camisa de número 47, fazendo alusão ao dia 4 de julho de 2012, data em que com dois gols seus, o Corinthians conquistou o inédito e tão esperado título da Libertadores da América.

Mirassol, enfim, vence

No jogo entre dois dos piores times do Paulistão, o Mirassol se sobrepôs em pleno Anacleto Campanella. Bem postados em campo, os comandados de Moisés Egert souberam aproveitar as chances criadas para vence a primeira no campeonato. Aos 35 minutos da etapa inicial, Marlon subiu mais que toda a defesa do São Caetano para completar boa cobrança de falta. Aos 32 minutos da etapa final, Zé Roberto, que tinha acabado de entrar, deu números finais a partida, ao bater com curva da entrada da área.

por Fabiano Guedes

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.