‘Fantástico’ exibe matéria sobre minicérebros no laboratório do Dr. Alysson Muotri

0

Os minicérebros representam um grande avanço nas pesquisas sobre o autismo

minicérebros
foto captação / reprodução do Fantastico

Ontem, 1º de abril, o ‘Fantástico’ iniciou a semana mundial da conscientização sobre o autismo com uma matéria muito especial. O jornalista Álvaro José e o repórter cinematográfico Alex Carvalho foram até San Diego, na Califórnia – EUA, para entrevistar o neurocientista brasileiro Dr. Alysson Muotri, que chefia um laboratório de vanguarda e movimenta um milhão de dólares por ano.

A reportagem, que durou quase oito minutos, fala do trabalho de cientistas do mundo todo que empregam o seu tempo a fim de desvendar um enigma do cérebro: o autismo.

Segundo o Dr. Alysson Muotri, existem duas linhas de pesquisas no laboratório em San Diego: a primeira linha é que há uma base biológica para o autismo. A contribuição de cada gen, de cada mutação, como essa mutação afeta a célula do cérebro etc.

A outra linha é a busca por remédios. Novos medicamentos que sejam mais específicos, mais eficazes no tratamento do autismo. 

Minicérebros Humanos

O Dr. Alysson Muotri e sua equipe usa uma solução mais moderna para encontrar caminhos e solucionar esse quebra-cabeça: a produção de minicérebros humanos.

A seguir, confira o link da matéria. O portal TV a Bordo tem a honra de dedicar um espaço exclusivo para compartilhar os estudos e as ideias do Dr. Alysson Muotri, que você pode conferir na aba principal do site.

CLICA AQUI E ASSISTA 

LEIA TAMBÉM

O Fim e o Futuro do Autismo

Nos últimos anos, o fator genético do autismo tem se consolidado como um dos maiores agentes causais do espectro autista. O sequenciamento genético de indivíduos autistas estão revelando quais os genes relacionados aos mais diversos tipos de autismos. A diversidade genética explica também o porquê desse espectro autista: nem todos os genes-alvo atuam da mesma forma no cérebro humano. Existem alterações genéticas que resultam num quadro clinico mais severo do que outras.

CONTINUE LENDO

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here