Novela Segundo Sol registra recorde semanal de audiência em todo Brasil

0

Em todo Brasil: além das capitais São Paulo e Rio de Janeiro, produção das 21h também marcou, em Salvador, alta audiência

Novela Segundo Sol registra recorde semanal de audiência em todo Brasil
foto reprodução

A novela Segundo Sol é sucesso em todo o país. Além de São Paulo e do Rio de Janeiro, a produção das 21h da Globo também registrou recorde semanal (de 15 a 20 de outubro) de audiência e de participação no PNT (Painel Nacional de Televisão), com 37 pontos de média e 56% de participação (***), nas seguintes praças:

Em todo Brasil

Para informar os altos números em todo Brasil, vamos começar pela cidade de Campinas, que marcou 31 pontos de média e 51% de participação (cada ponto equivale a 7,69 mil domicílios). 

Nas capitais do sul, Porto Alegre e Curitiba, foram 37 pontos de média (as duas), com 59% de participação e 57% de participação, respectivamente. (cada ponto equivale a 15,35 e 11 mil domicílios, respectivamente).

No Distrito Federal e na capital Goiânia, ‘Segundo Sol’ anotou 39 pontos de média e 59% de participação (cada ponto equivale a 9,58 mil domicílios). Em Goiânia, 27 pontos de média e 48% de participação (cada ponto equivale a 7,96 mil domicílios).

LEIA TAMBÉM

‘O Sétimo Guardião’: Ondina, a guardiã do entretenimento e do prazer

Nordeste

Nas capitais nordestinas, o folhetim de João Emanuel Carneiro também registrou recordes semanais. No Recife, pontuou 39 de média, com 64% de participação (cada ponto equivale a 12,73 mil domicílios). 

Em Salvador (*), onde a trama é ambientada, e, Fortaleza (**) (ambas com 33 pontos de média e 53% de participação), alcançou a sua melhor marca no Ibope semanal.

(*) Cada ponto equivale a 13,69 mil domicílios. 

(**) Cada ponto equivale a 11,71 mil domicílios.

(***) Cada ponto equivale a 248,65 mil domicílios.

Fonte: Kantar Ibope Media e Assessoria da Globo

O quem vem por aí

Roberval e Severo se perdoam

A família Athayde vive momentos de pânico desde que ladrões invadiram a mansão. Sarcásticos, os bandidos decidem que Roberval (Fabricio Boliveira) precisa matar Severo (Odilon Wagner), quando percebem o passado mal resolvido entre os dois durante uma discussão. Tomando as dores de Roberval, os ladrões colocam uma arma na mão dele e o incentivam a atirar. Muito nervoso, o ex-milionário diz que não é um assassino e devolve a arma. Um dos bandidos tem a ideia de deixar pai e filho sozinhos na sala e os colocam sentados de frente um para o outro. Enquanto isso, o restante da família é levado de volta ao pequeno quarto da área de serviço.     

Diante de Roberval, Severo diz que ele deveria tê-lo matado, pois nunca foi um pai para ele e nem o homem bom que Zefa (Claudia Di Moura) mereceu ter. Em seguida, analisa todos os erros que cometeu e Roberval o interrompe, dizendo que não é hora para crise de consciência. Mas Severo continua tentando se redimir e pergunta se pode chamá-lo de filho. Comovido, Roberval assente e pede que o pai lhe dê um sorriso. Entre risos e lágrimas, o patriarca dos Athayde pede perdão a Roberval, que também pede a ele que o perdoe, em clima de muita emoção. 

 

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.