Globeleza 2019: alegria, diversidade e coletividade marcam nova vinheta

0

Coletividade é a palavra-chave do Carnaval Globeleza 2019

coletividade
Foto: Pelo quinto ano consecutivo, Erika Moura conduz o público na vinheta do Carnaval Globeleza. Crédito: Globo/Fábio Rocha

O ano começa embalado pelo ritmo e pelas cores da nova vinheta do Carnaval Globeleza, que estreou no domingo, dia 6. Coletividade é a palavra-chave e 30 bailarinos e instrumentistas representam a diversidade regional e as diferentes expressões culturais refletidas em elementos como marchinhas, blocos de rua, escolas de samba, maracatu, frevo, axé, afoxé e boi bumbá. Pelo quinto ano consecutivo, Erika Moura conduz o público e usa sete figurinos diferentes para revelar um pouco de cada cultura carnavalesca. 

Alexandre Romano

“A nova vinheta destaca ainda mais diversidade da cultura brasileira, com o maior elenco que já tivemos. Outra novidade é que mostraremos um pouco do processo de produção do Carnaval e de seus personagens, instrumentos, adereços e alegorias. É uma visão lúdica e fantástica de um Carnaval de verdade. O conceito de coletivo estará também na música, construída com mais vozes e ritmos, que vão se somando de forma crescente a pinceladas de frevo, marchinha, maracatu e axé. Ao contrário de anos anteriores, quando só a dança tinha protagonismo, desta vez as pessoas também cantam e tocam”, explica Alexandre Romano, diretor de arte da Comunicação da Globo, responsável pela concepção do filme.

LEIA TAMBÉM

Estreia do ‘Tá Brincando’, com Otaviano Costa, eleva audiência do horário e voa alto na Globo

Erika Moura

Na vinheta 2019, a câmera passeia por espaços que representam as diversas manifestações culturais do Carnaval. Ao final, todas aparecem juntas, em um cenário que lembra um carro alegórico. Representante do carnaval Globeleza, Erika Moura é a anfitriã da festa e ficou feliz por dividir o palco com tantas pessoas: “Isso reforça a nossa pluralidade. É gostoso mostrar a miscigenação e aprender mais sobre a rica cultura brasileira”.

Coletividade

Todo branco, o cenário usa formas icônicas para representar os diversos carnavais. O colorido da vinheta fica por conta dos figurinos criados por Rita Comparato para os artistas, que incluem passistas, baianas, Rei Momo, pernalta, bate-bola, bonecos de Olinda, caboclo e vaqueiro. “Cada elemento ganhou mais corpo. No maracatu, por exemplo, trouxemos a Erika como rainha e, além dos fitilhos incluímos as contas do xequerê. O desafio é ter uma linguagem moderna, atual, não literal e com simplicidade”, conta a figurinista.

Confira a vinheta

Confira os bastidores da gravação

Ficha Técnica:

Direção de Criação: Sergio Valente, Mariana Sá

Direção: Alexandre Romano

Criação e Direção de Arte: Alexandre Romano, Julia Rocha, Roberto Stein

Edição: Roberto Stein

Color Grade: Alexandre Romano           

Produção Executiva: Orlando Martins, Fernanda Deway

Storyboard: Caramurú Baumgartne

Computação Gráfica: Wanderson Andre Santos

Logo Design: Valerycka Rizzo, Caramurú Baumgartner, Helena Carvalho

Coordenação de Criação: Valerycka Rizzo

Atendimento: Carla Sá, Daniela Farina, Patricia D’Oliveira

Trilha: Nani Palmeira

Direção de Fotografia: Fernando de Oliveira

Figurino: Rita Comparato

Coreografia: Wilson Aguiar

Produção: Trator Filmes

Animação Stop Motion Logo: Visorama

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.