Globo faz homenagem às mulheres em sua programação

0

A Globo exibe, nos intervalos da programação, a campanha feita em parceria com a ONU Mulheres e o Fundo Elas, parte plataforma ‘Tudo Começa pelo Respeito’

mulheres
foto reprodução

A luta pela igualdade, o combate à discriminação e à violência e o aumento da participação em atividades políticas, econômicas e culturais. A Globo acompanha cada passo das conquistas femininas celebrando e incentivando a igualdade de direitos, deveres e oportunidades entre homens e mulheres. Para marcar o Dia Internacional da Mulher, que se comemora nesta sexta-feira, dia 8, uma série de ações reforça esses princípios.

ONU Mulheres e Fundo Elas

A partir do dia 8 de março, a Globo exibe, nos intervalos da programação, a campanha feita em parceria com a ONU Mulheres e o Fundo Elas, parte plataforma ‘Tudo Começa pelo Respeito’. O filme tem o objetivo de ampliar a discussão sobre os direitos das mulheres e a luta por um país que não apenas tolere, mas entenda as diferenças. Oportunidades, deveres, tarefas, cargos e salários iguais para homens e mulheres, mas sempre respeitando as especificidades de cada gênero.

REP – Repercutindo Histórias

Em conteúdo gerado pela plataforma REP – Repercutindo Histórias, criada para compartilhar histórias inspiradoras e dar visibilidade a assuntos de interesse social, mulheres ativistas dão depoimentos mobilizadores. Entre os nomes que contam suas histórias em vídeos que serão publicados, nesta sexta-feira, nas redes sociais da Globo, estão Barbara Penna, sobrevivente de uma tentativa de homicídio, a filósofa Djamila Ribeiro e a jornalista Débora Thomé, fundadora do bloco de carnaval “Mulheres Rodadas”. Elas falam sobre violência doméstica, desigualdade em políticas públicas e liberdade da mulher.

LEIA TAMBÉM

Mônica Albuquerque é primeira brasileira no Variety’s International Women’s Impact Report

Altas Horas e Globo Rural

A temática também embala o ‘Altas Horas’ deste sábado, dia 9. Serginho Groisman recebe convidadas de diferentes perfis, conscientes da importância da voz feminina na sociedade: a atriz Camila Pitanga, a nadadora Joanna Maranhão e as cantoras Maria Rita, Valesca Popozuda e Maiara & Maraisa. No domingo, dia 10, o ‘Globo Rural’conta duas histórias com forte protagonismo feminino. Em Pau dos Ferros, município do Rio Grande do Norte, o Abelhas Empoderadas, grupo de mulheres que produz mel e própolis, reforça a identidade feminina e o espírito comunitário na localidade. Na região serrana do Rio de Janeiro, as técnicas desenvolvidas por uma mãe e sua filha para dispensar o uso de agrotóxicos no cultivo de hortaliças orgânicas garantem uma produção mais sustentável com a preservação da biodiversidade da Mata Atlântica.

Fantástico

Uma reunião de talentos femininos deu origem à nova série do ‘Fantástico’, que estreia no domingo, dia 10. ‘Mulheres Fantásticas’ mistura linguagem documental e animação para contar a história de mulheres que ousaram invadir territórios considerados masculinos, conquistaram seu espaço e mudaram a história, abrindo um novo caminho para as novas gerações. Escrita, roteirizada, ilustrada, animada, produzida e editada por um time feminino, capitaneado pela supervisora artística Daniela Ocampo, a série de seis capítulos terá como narradoras Fernanda Gentil, Tais Araújo, Iza, Fernanda Torres, Vera Holtz e Glória Pires. Na sequência, uma matéria jornalística faz a conexão entre a personagem apresentada e a atualidade. Na estreia, Tais Araújo narra a história da paquistanesa Malala Yousafzai, mais jovem vencedora do Prêmio Nobel da Paz e ativista defensora da educação de mulheres e meninas.

Mônica Albuquerque

O time de diretoras da Globo também teve seu trabalho reconhecido e tem muito o que comemorar. A diretora de Desenvolvimento e Acompanhamento Artístico, Mônica Albuquerque, foi a única latino-americana entre as 50 mulheres homenageadas pela Variety, uma das mais respeitadas publicações do mundo do entretenimento. A International Women’s Impact Report lista destaques femininos do mundo em diversos segmentos, levando em consideração suas conquistas e realizações no último ano.

Mariana Sá

Já a publicitária Mariana Sá, diretora de Criação da Globo, é a única brasileira no júri do Creativity For Good, um dos principais festivais de criatividade do mundo, que vai premiar as melhores ideias sobre defesa da igualdade de gênero e dos direitos das mulheres, e projetos sobre a importância da criatividade para transformações sociais. O D&AD acontece em Londres, entre os dias 21 e 23 de maio.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.