Magic Box ganha duas medalhas de ouro no Festival de Filme e Televisão de Nova York

0

Além do MAGIC BOX, empresas Globo recebem mais dez medalhas no Festival de Filme e Televisão de Nova York 

Magic Box
foto reprodução

Premiação internacional reconhece as melhores criações da TV mundial

Na noite desta desta terça-feira, 9 de abril, em Las Vegas, nos Estados Unidos, foram anunciados os vencedores do Festival de Filme e Televisão de Nova York, considerado um dos maiores prêmios de TV do mundo, que na edição deste ano recebeu inscrições de mais 50 países. A Globo, a GloboNews e os canais GNT, OFF e Multishow, da Globosat, receberam ao todo 12 medalhas: três ouros (dois do MAGIC BOX), quatro pratas e cinco bronzes nas categorias Melhor Uso da Tecnologia, Melhor Inovação, Melhores Efeitos Visuais, Programa de Entretenimento, Animação e Documentário.

Magic Box

Pelo quinto ano consecutivo, a inovação e a criatividade de conteúdos da Globo são premiadasDesta vez, com cinco medalhas. O projeto ‘ Magic Box ’, do estúdio da Globo na Copa do Mundo da Fifa 2018, recebeu dois ouros: um na categoria Melhor Uso da Tecnologia e outro ouro na categoria Melhor Inovação. Através da realidade virtual e realidade aumentada, o espaço de apenas 22 metros quadrados foi multiplicado, criando um ambiente dinâmico e sem limites, para ancorar os programas e as transmissões do canal diretamente da capital russa (MAGIC BOX). “Foi um desafio reproduzir a magnitude da Praça Vermelha naquele espaço. Fizemos um mix da parte física com a computação gráfica de forma tão harmoniosa, que era difícil perceber o que era real e o que não era. Misturamos diversos recursos para chegar a este resultado. As soluções foram todas desenvolvidas pela Globo, não havia nada pronto no mercado”, diz Alexandre Arrabal, diretor de Ilustração e Arte de Jornalismo e Esporte.

LEIA TAMBÉM

Chuvas no Rio de Janeiro: jornalismo da Globo registra alta audiência com cobertura

Virtuais do Fantástico e Show dos Famosos

Na categoria Melhores Efeitos Visuais, a Globo recebeu a prata e o bronze – prata pelo projeto ‘Virtuais do Fantástico’, no qual diferentes cenários temáticos são criados no estúdio proporcionando interação dos âncoras com animações tridimensionais; e bronze pelo ‘Show dos Famosos’, do ‘Domingão do Faustão’, que teve seus musicais ilustrados com artes em realidade aumentada integradas à cenografia e exibidas ao vivo, com tracking de câmera em tempo real. A abertura da transmissão do GP do Brasil de Fórmula 1 foi premiada com o bronze na categoria Animação por mostrar como São Paulo, cidade sede do evento, abraça várias culturas, etnias e cores, inserindo as marcas dos patrocinadores do evento de uma forma sutil e realista.

Margens de uma guerra

Já a GloboNews foi premiada pelo quarto ano no festival. O canal de notícias ganhou a medalha de prata na categoria Documentário de Atualidades com o filme “Margens de uma guerra: heróis e vítimas em Mossul”, que acompanhou a retomada de Mossul, uma das maiores cidades do Iraque, controlada pelo Estado Islâmico desde 2014. O repórter cinematográfico Gabriel Chaim registrou, ao longo de sete meses, a luta das forças armadas iraquianas contra o terrorismo, neste que é considerado o maior confronto urbano desde a Segunda Guerra Mundial. “Margens de uma guerra: heróis e vítimas em Mossul” tem roteiro e edição de Marita Graça, editora da GloboNews. “Foi o maior volume de material que já enfrentei como editora. Mas o resultado é um documento muito rico sobre a guerra pela reconquista de Mossul, com imagens de sofrimento, de violência e também de júbilo”, comenta Marita.

Globosat

Os canais GNT, Off e Multishow, da Globosat, receberam seis prêmios. “Ser reconhecido em um dos principais festivais de audiovisual do mundo só reforça o nosso propósito de levar conteúdos de qualidade e plurais a todos os tipos de público. Em todo o processo de desenvolvimento de uma produção da Globosat, seja uma obra de ficção ou documentário, um programa de entretenimento, uma cobertura jornalística ou um show de música, há sempre um cuidado e foco em oferecer conteúdo relevante e inovador para a nossa audiência”, diz Paulo Marinho, diretor-geral de canais e conteúdo da Globosat.

Quebrando o Tabu e Primavera das Mulheres

O GNT ganhou o ouro na categoria Documentário Cultural  pela série ‘Quebrando o Tabu’, que propõe um debate sério e bem informado sobre os assuntos mais complexos dos dias de hoje, e  prata na categoria Documentário de Questões Sociais pelo filme ‘Primavera das Mulheres’, que acompanhou o crescimento do feminismo em 2016, ano em que as mulheres voltaram às ruas contra os retrocessos nos direitos conquistados.

Canal OFF

O canal Off recebeu três medalhas: prata na categoria Programa de Entretenimento com ‘Morando na Estrada’, série que mostra a vida de um casal que seguiu um estilo de vida alternativo viajando o mundo sobre quatro rodas à procura de lugares, pessoas e experiências singulares; bronze na mesma categoria com ‘Mundo Inexplorado’, onde quatro surfistas brasileiros embarcam em uma expedição de 50 dias entre a Rússia e o Alasca buscando ondas perfeitas; e bronze na categoria Documentário de Esporte, com o filme ‘Washed by the sea’, que reúne três personagens de idades e vidas diferentes, mas com a paixão pelo mar em comum.

Multishow

O Multishow ganhou o bronze na categoria Programa de Entretenimento pelo programa ‘Prazer, Pabllo Vittar’.  A atração, exibida em cinco episódios, reuniu emocionantes histórias de vida e performances musicais da cantora. O programa promoveu encontros com convidados para abordar temas como família, personalidade, ídolos, bandeiras e futuro.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.