Copa América e Copa do Mundo de Futebol Feminino: emoção em dobro na Globo

0

Emoção em dobro na Globo – campanha exalta a paixão da torcida, duplicada pela transmissão da Copa América e, pela primeira vez, da Copa Feminina

emoção em dobro
foto reprodução

Emoção em dobro

Acompanhar os jogos da Seleção Brasileira promove algo único: a união das torcidas de todos os times do Brasil, em voz e sentimento, que impulsiona os atletas da camisa verde e amarelo. E que, neste ano, promete ser ainda mais forte com a transmissão, na Globo, de duas importantes competições: a Copa do Mundo de Futebol Feminino, realizada na França entre 7 de junho e 7 de julho, e a Copa América, que este ano tem o Brasil como sede, entre os dias 14 de junho e 7 de julho. Com foco na emoção do futebol, a Globo lança o primeiro filme da campanha criada para anunciar a transmissão dos jogos, que reitera o compromisso da empresa com  a valorização do esporte e com a paixão dos torcedores, convidando-os a vibrar pelas jogadoras e jogadores que representarão o Brasil nos dois torneios.

Jogada Histórica

O primeiro filme, batizado de ‘Jogada Histórica’, apresenta uma inusitada partida de futebol, montada com apoio de cenas de arquivo de diferentes jogos das seleções feminina e masculina. Como resultado, as duas seleções dividem o campo: da troca de passes entre Daniel Alves, Fabiana, Marcelo, Formiga e Neymar, sai um lindo gol de Marta. A narração de Galvão Bueno, detalhando os lances e exaltando os atletas, faz parecer que a partida de fato existiu – é o gostinho do que será vivido com a transmissão das duas Copas na Globo. Com direção de criação de Sergio Valente, Mariana Sá e Leandro Castilho e criação de Andre Paiva e Fabio Leão, a peça deve ser veiculada, nos intervalos da Globo, até o final do mês.

LEIA TAMBÉM

Zizi e Luiza Possi celebram o Dia das Mães no palco do ‘Fantástico’

Copa do Mundo de Futebol Feminino

Na sequência da campanha, dois filmes de 30 segundos marcam os diferenciais de cada uma das competições. Para a Copa do Mundo de Futebol Feminino, o destaque é a evolução não apenas da prática do esporte entre as mulheres, mas também do mundo e da sociedade. Para ilustrar as mudanças, o trabalho faz um contraponto entre belíssimas jogadas da seleção feminina do Brasil e um decreto de lei, criado em abril de 1941, que proibia as mulheres de praticarem futebol de campo, salão ou praia, com a justificativa de que a prática era incompatível com a natureza feminina. Os movimentos pelos quais o mundo passou nos últimos anos fez a lei ser extinguida em 1979, para o bem de todos os apaixonados por futebol. Já com a peça da Copa América, o objetivo é ressaltar que o que está em jogo durante a competição é a oportunidade de ver os maiores jogadores do mundo em ação nos estádios brasileiros; a possibilidade de enfrentar os times adversários com a torcida brasileira em peso apoiando os atletas da nossa seleção; a chance de conquistar a competição pela nona vez; e, mais importante de tudo, de se emocionar com todas as torcidas juntas, aqui no Brasil.

Pela primeira vez na Globo

Este é o primeiro ano em que a Globo exibe, na TV aberta, os jogos do Brasil na Copa do Mundo Feminina de Futebol. As partidas vão ser transmitidas pelo time de narradores e comentaristas da Globo, com reforço de Ana Thaís Matos, a primeira mulher a comentar um jogo de futebol na Globo, e reportagem de Carol Barcellos. A repórter acompanha as partidas de dentro de campo, enquanto outros repórteres homens ficam responsáveis pelas matérias de comportamento, fora de campo. Para a Copa América, realizada no Brasil, uma cobertura completa e aprofundada da competição está sendo prevista nas três plataformas do Esporte Globo. Na TV aberta, acontece a transmissão de todos os jogos do Brasil, além de outros quatro confrontos, de seleções como Argentina e Uruguai. SporTV e o Globoesporte.com exibem os 26 jogos do torneio. O time de repórteres que acompanha a seleção também já foi escalado com Tino Marcos, Eric Faria, Rafael Galindo e Julia Guimarães, acompanhando o dia a dia da seleção. Mauro Naves e Bárbara Coelho se alternam nos flashes ao vivo durante a programação da Globo. E dois outros repórteres, Richard de Souza, e André Hernan, se dedicam às seleções do Uruguai e da Argentina. A Globo também conta com equipes espalhadas em todas as cidades-sede da competição.

Confira o primeiro filme da campanha

FICHA TÉCNICA – JOGADA HISTÓRICA

Direção de Criação  – emoção em dobro

Sérgio Valente, Mariana Sá e Leandro Castilho

Criação:

André Paiva e Fábio Leão

Atendimento: Carla Sá, Daniela Farina e Patricia D’Oliveira

Produção Globo: Jaqueline Couto, Fernanda Ribeiro e Alexandre Lourenço

Produtora: Santa Transmedia

Direção: Indio San

Produção Executiva: Renata Munareto

Montagem: Roberto Neto

Pós-Produção e Finalização: Sivo Greven

Produtora de Som: Comando S

Locução: Galvão Bueno e Flávio Faustinoni

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.