Borja marca 2, mas Palmeiras perde os 100% no Paulista

0
Borja
Reprodução

O Palmeiras, de seis vitórias seguidas e atuações convincentes, não foi o mesmo nesta quinta-feira, 15/2, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, contra o Linense pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Apesar de continuar invicto, o empate em 2 a 2 resultou numa atuação fraca, sem intensidade e sem impor o estilo de jogo.

Apesar do resultado, o Linense segue na zona de rebaixamento, com cinco pontos, mas ganha moral para a sequência do torneio. O Palmeiras, por sua vez, continua na liderança isolada, com 19 pontos.

Leia Mais

São Paulo vence, mas não convence

Caiu de produção!

Era difícil pensar em jogo complicado, se logo o Palmeiras abriu o placar. Aos três minutos de partida, Borja inaugurou o marcador após belo passe de Guerra, novidade do time para a partida. Mas o roteiro do primeiro tempo se transformou de domínio, para ritmo de treinamento e, no desenrolar, uma acomodação causada pela aparente facilidade em criar. O Palmeiras entrou em uma zona de conforto e o Linense começou a sonhar com um gol. As ameaças não serviram como alerta ao time da casa e os azarões acabaram presenteados pelo esforço no final do primeiro tempo. Uma cobrança de falta terminou com a cabeçada certeira do zagueiro Adalberto, aos 43 minutos.

Só deu Borja!

O segundo tempo pareceu repetir a etapa inicial. Aos 6 minutos, Marcos Rocha deixou Borja livre para driblar o goleiro e marcar. Depois, o mesmo impasse prosseguiu. O favorito Palmeiras ganhava, porém não resolvia o jogo e deixava margem para a preguiça permitir o empate. O Linense chegou a ter um gol anulado. Nem assim o sinal de alarme parecia soar.

Avisos não faltaram. Ainda assim, não bastou. O time do interior empatou novamente aos 30 minutos, com Murilo Henrique, e fez novamente o Palmeiras sentir na pele que diminuir o ritmo e se acomodar podem ser erros cruéis. Para ganhar o jogo nos minutos restantes, era preciso um comportamento bem diferente, algo que, apesar da correria, não foi alcançado.

Na saída da arena, Borja foi questionado sobre esses números e sua adaptação ao futebol brasileiro, “mais rápido do que o da Colômbia”. Ele se disse feliz pela atuação diante do Linense e reforçou, mais uma vez, que tem jogado melhor porque o técnico Roger Machado tem lhe dado confiança.

Sei que ainda posso dar mais; sei o que tenho que fazer em cada treinamento; sei o que tenho que fazer em cada jogo. Muitas vezes, a gente fala demais. Estou aqui para falar pra essa gente que eu dependo de Deus e acredito em Deus que pode iluminar a minha vida”, disse Borja.

Questionado na sequência sobre a quem se referia, o colombiano respondeu:

“Muita gente no Brasil fala demais. Mas sei que agora me sinto melhor, tudo diferente do que foi em 2017. Fiz a pré-temporada com o Palmeiras e agora tenho cinco gols. (Roger) é muito importante. Deus pôs ele na minha vida. Sei que posso dar mais”, finaliza.

Próximos jogos

Na próxima rodada do campeonato paulista, o Palmeiras enfrenta a Ponte Preta no domingo, às 19h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Na segunda-feira, às 20h, o Linense recebe o Novorizontino no Gilbertão, em Lins.

Por Fabiano Guedes

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.