Sílvio de Abreu assume gestão unificada da dramaturgia da Globo

0

Silvio de Abreu contará com o apoio de Gloria Perez

Silvio de Abreu assume gestão unificada da Dramaturgia da Globo
Foto Jonne Roriz

À frente da diretoria de Dramaturgia Semanal desde 2014, atuando no desenvolvimento e consolidação das séries e seriados da Globo, Guel Arraes decidiu voltar a se dedicar à criação e à direção. Assim, a partir da próxima semana, as diretorias de Gênero de Dramaturgia Diária e Semanal do Entretenimento da Globo passarão a ter uma gestão unificada, sob a responsabilidade de Silvio de Abreu. 

Schroder

“Nesses últimos anos, amadurecemos com muita eficiência as dinâmicas tanto da Dramaturgia Diária quanto da Semanal. Silvio construiu um planejamento de longo prazo das novelas, desenvolveu novos talentos, lançou pelo menos 17 novos autores. Guel, não só implantou a Casa dos Roteiristas, como foi responsável pela diversificação de temas e formatos. Teve um papel fundamental na valorização do gênero, na nossa nova geração de séries e seriados. Estamos maduros para darmos mais esse passo na gestão do Entretenimento, para termos uma visão unificada dos vários formatos de Dramaturgia. A Globo, preparando-se para o futuro, vem investindo de forma consistente em novos modelos de criação, de produção, de gestão e de distribuição, em todas as suas áreas de conteúdo – Jornalismo, Esporte e Entretenimento. Fundamentais para nossa evolução como produtora de conteúdo multiplataforma de qualidade, esses novos processos, além de muito bem sucedidos, têm nos proporcionado múltiplas possibilidades. É a Globo sempre em movimento”, explica Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da Globo. 

Casa dos Roteiristas

Como responsável executivo e criativo pela Dramaturgia Semanal da Globo, Guel deu um grande impulso à gestão e desenvolvimento dos projetos e programas. Foram 31 novas séries, seriados e temporadas exibidos com sucesso. Criada há um ano, a Casa dos Roteiristas também esteve sob seu comando. Com 28 projetos inéditos desenvolvidos e prontos para serem produzidos para diferentes plataformas, a Casa funciona nos moldes dos writers rooms americanos e conta com um time de autores que atua permanentemente em 12 salas. A estrutura passará a responder a Silvio de Abreu, que contará, para isso, com o apoio da autora Gloria Perez.

LEIA TAMBÉM

Globo e Unicef se unem em prol da Escola Pública. Saiba como

Silvio de Abreu

“Esta gestão integrada das Dramaturgias Diária e Semanal vai nos ajudar a trazer mais dinamismo e diversidade para o público da Globo em suas diferentes plataformas. Vamos intensificar as trocas, aprendizados e a evolução conjunta. Nas temáticas, nos estilos, nos formatos e nas narrativas – diz Silvio de Abreu, detalhando a contribuição de Gloria Perez – “Gloria é uma criadora experiente, uma autora que tem o olhar aberto para temas contemporâneos, que falam ao coração do público e que são muito importantes para séries e seriados. É assim que ela vai me apoiar junto à Casa dos Roteiristas, me ajudando no planejamento e no dia a dia da Casa e sendo uma interlocutora valiosa para todos na discussão criativa de conteúdos de dramaturgia semanal”.

Gloria Perez

“Sou uma assídua consumidora e uma estudiosa de séries e seriados há muitos anos. Espero contribuir com um olhar aberto, com assuntos que a sociedade está pronta para discutir e com sugestões de caminhos narrativos. Serei uma parceira do Silvio e das lideranças da Casa. Esse desafio e esse ambiente de grande maturidade criativa são um privilégio para um profissional com a minha trajetória” – complementa Gloria, autora na Globo de 11 novelas e seis séries e minisséries.

A partir de agora, Guel Arraes volta a escrever e dirigir programas da Globo. 

Guel Arraes

“Depois de quatro anos, senti falta de criar e de dirigir os meus projetos. Conversei com a Globo e fui atendido. Contar com essa parceria da empresa é muito importante. Estamos num ambiente que requisita a nossa contribuição executiva, mas que sabe respeitar nosso talento, nossos momentos de investimento mais autoral. Essa flexibilidade é muito moderna. Quando fui convidado para conduzir a Dramaturgia Semanal, estava à frente do texto de ‘Nada Será Como Antes’ e tive que entregar a direção para o José Luiz Villamarim. Agora volto a esse universo. Acho que fechei um ciclo. Fico muito feliz por tudo que fizemos e construímos até agora. Aprendi muito nesse período e fico tranquilo por deixar um trabalho maduro, a cargo de especialistas criativos que cuidam com excelência da estrutura técnica do gênero e que agora vão poder avançar sob a liderança do Silvio.” – conclui Guel.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.