Dupla Jorge & Mateus é a convidada do ‘Conversa com Bial’

0

Sucesso real e virtual, dupla Jorge & Mateus canta músicas inéditas na TV

dupla Jorge e Mateus no Bial
Jorge & Mateus no ‘Conversa com Bial’. Crédito: Ramón Vasconcelos/Globo

A dupla Jorge & Mateus emplacou as 14 músicas do seu novo álbum entre as 100 mais tocadas das plataformas online. E mais: a impressionante marca foi alcançada em apenas dois dias. Convidados do ‘Conversa com Bial’ desta quinta-feira, dia 5, eles apresentam algumas dessas canções pela primeira vez na TV.

LEIA TAMBÉM

O significado dos figurinos do corpo e da alma em ‘Carcereiros’

Dupla Jorge & Mateus

Com 13 anos de carreira, os cantores atribuem o sucesso ao empenho em tudo o que fazem. “A gente se preocupa bastante com a escolha do repertório. Como também não fazemos trabalhos novos todos os anos, o pessoal fica esperando, tem uma expectativa boa”, explica Jorgge.

Para Mateus, as diferenças ajudam no processo criativo da dupla: “Temos ideias diversas quase sempre, porque o Jorge escuta algumas coisas e eu escuto outras”

Filhos

Os dois não escondem o orgulho quando Bial mostra fotos de Davi, filho de Jorgge, e Dom, herdeiro de Mateus. “Somos dois caras que gostam demais de ficar em casa. Agora, essa vontade triplicou”, comenta Mateus. “Trabalhar é muito bom, mas se torna muito mais difícil sair de casa”, admite Jorgge.

O papo inclui histórias do início da carreira da dupla, curiosidades das turnês e uma análise sobre os efeitos da crise econômica no cenário da música.

LEIA TAMBÉM

O significado dos figurinos do corpo e da alma em ‘Carcereiros’

Costuma-se referir a um contingente de presidiários como “massa carcerária”. Esse substantivo, “massa”, por si só carrega muitos significados. As pessoas ali, em tese, perdem sua identidade, suas características, suas expressões para ingressar em um mundo conhecido por uniformes e cabelos cortados à máquina. Todos representam uma mesma imagem, que já faz parte, inclusive, do consciente coletivo: roupa bege, chinelo e cabeça raspada. Tentando buscar a liberdade que a ficção tem em sua origem, sem se distanciar muito da realidade, a figurinista Manuella Mello e o caracterizador Ebony Souza trouxeram à Vila Rosário algumas informações que dão personalidade aos personagens da série.

CONTINUE LENDO

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.