‘Onde Nascem Os Fortes’: Tensão no encontro de Cássia com Tião das Cacimbas

0

Cássia evita encontro com Tião das Cacimbas

Tensão no encontro de Cássia com Tião das Cacimbas
foto reprodução

O mistério que envolve o passado de Cássia (Patricia Pillar) começa, aos poucos, a ser descortinado. Quando Ramiro (Fabio Assunção) decide levar a engenheira química à casa de Tião das Cacimbas (José Dumont) para, supostamente, investigar o ataque de Plínio (Enrique Diaz) ao antigo esconderijo de Maria (Alice Wegmann), o juiz de Sertão não imagina como o encontro com o homem, dado como louco há anos, pode trazer à tona memórias que Cássia preferia esquecer.

LEIA TAMBÉM

‘Festival GloboNews Prisma’ ganha bronze no Wave Festival

Numa cena que vai ao ar a partir desta sexta-feira, 25, Ramiro convence a mãe de Maria a ir ao local onde a jovem esteve escondida com Simplício (Lee Taylor) e Mudinho (Démick Lopes). Ao chegar lá, Cássia não consegue disfarçar a tensão, o que desperta a desconfiança do juiz.

Tião das Cacimbas

O questionamento de Ramiro sobre se já esteve ali faz a mulher se lembrar de Madalena (Mariana Molina), filha de Tião. No flashback, fica claro que Cássia e Madalena eram amigas e que, há 20 anos, a futura engenheira tinha uma relação com essa família. Ela, no entanto, nega a Ramiro conhecer o local. E pede para sair de lá sem sequer tentar conversar com o único homem que pode ter respostas sobre o novo paradeiro de Maria.

De George Moura e Sergio Goldenberg, escrita com a colaboração de Flavio Araujo, Mariana Mesquita e Claudia Jouvin, ‘Onde Nascem os Fortes’ tem direção artística de José Luiz Villamarim, direção geral de Luisa Lima e direção de Walter Carvalho e Isabella Teixeira. A supersérie é exibida às sextas-feiras após ‘Globo Repórter’.

LEIA TAMBÉM

Globo Repórter visita Fukushima e Tomioka, regiões do Japão devastadas por tsunami há sete anos

Sete anos depois do terremoto e do tsunami que causaram mais de 18 mil mortes, o ‘Globo Repórter’ desta sexta-feira, dia 25, visita Fukushima e Tomioka, regiões do Japão devastadas pelo desastre.

CONTINUE LENDO

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.