Por ter cedido à perdição, Samir faz ritual de penitência

0

Samir beija Joana

Samir
foto Divulgação Globo

Desmoralizar Samir (Irandhir Santos) para reintegrar as terras do Lajedo dos Anjos foi o que levou Ramiro (Fabio Assunção) a infiltrar Joana (Maeve Jinkings) na comunidade. O líder religioso sempre soube das reais intenções do juiz, mas não fez distinção e a recebeu com o mesmo respeito e benevolência com que trata todos os moradores. A permanência da ex-amante de Pedro Gouveia (Alexandre Nero) no local, no entanto, vem tentando Samir. E o religioso, que havia prometido o celibato, não conseguirá resistir por muito tempo.

LEIA TAMBÉM

Globo conquista liderança absoluta de audiência com cobertura da greve

Samir e o Ritual

No capítulo que vai ao ar a partir desta quinta, 31, Samir não consegue controlar o desejo e acaba beijando Joana após a mulher se mostrar culpada pelo mal que se abateu sobre o local desde a sua chegada. A situação leva os dois a uma conversa sobre os sentimentos envolvidos entre eles. Constrangido, o religioso assume que a chegada dela o fez lembrar que, apesar de tudo,  é um homem de carne e osso. Uma conclusão que ainda vai causar outras consequências. Longe da mulher, culpado por ter cedido à perdição, ele cumprirá um ritual de penitência.

De George Moura e Sergio Goldenberg, escrita com a colaboração de Flavio Araujo, Mariana Mesquita e Claudia Jouvin, ‘Onde Nascem os Fortes’ tem direção artística de José Luiz Villamarim, direção geral de Luisa Lima e direção de Walter Carvalho e Isabella Teixeira. A supersérie é exibida às quintas-feiras após ‘Carcereiros’.

LEIA TAMBÉM

O Tempo Não Para, vem aí, a nova novela das sete

Mais de um século alheios às revoluções sociais, inovações tecnológicas e conquistas científicas. Mais de dez décadas sem sequer ter ouvido falar das guerras mundiais, da chegada do homem à lua, da construção de aviões, do surgimento da internet ou da invenção da penicilina. São anos de avanços e descobertas que moldaram costumes, hábitos e linguagens da sociedade contemporânea e que vão gerar um choque imensurável em uma abastada família do século XIX que desperta no século XXI. Por 132 anos, os Sabino Machado e seus agregados ficaram congelados, dentro de um bloco de gelo, enquanto a vida lá fora passava. Agora, vão despertar em uma São Paulo pulsante e turbulenta e se deparar com a sociedade em pleno 2018.

CONTINUE LENDO

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.