O Messias é julgado culpado pelos sacerdotes

0

JESUS: O Messias é julgado culpado pelos sacerdotes

julgado culpado
foto Blad Meneghel / Em cena, Dudu Azevedo (Jesus) com Paulo Figueiredo (sacerdote Anás)

A partir de agora somente sequências emblemáticas passam a serem exibidas na produção Jesus da Record TV, e a emoção vai tomar conta do folhetim. Uma delas é a condenação do Messias. O conselho de sacerdotes e anciãos se reúnem para julgar Jesus (Dudu Azevedo). Anás (Paulo Figueiredo) questiona o Messias, que diz ser o Filho de Deus. Nicodemos (Ernani Moraes) presencia a situação, calado e aflito. Caifás (Eucir de Souza) então declara Jesus culpado e ordena que O levem até a fortaleza Antônia para que o governador Pilatos (Nicola Siri) execute a sentença.

Mais do capítulo

Julgado culpado

Madalena pede a ajuda de Cláudia para não matarem Jesus. Pedro nega o Messias. Jesus é levado ao pátio da fortaleza, para que o governador execute a sentença. Judas se arrepende de ter traído Jesus.O Filho de Deus é levado até Pilatos, que pede para O levarem até Antipas. O filho de Herodes pede que O devolvam a Pilatos. O governador romano manda chamar Barrabás e pede que o povo escolha entre libertar Jesus ou Barrabás. O povo decide libertar Barrabás.

A cena está prevista para ir ao ar no capítulo desta sexta-feira, dia 22 de março, a partir das 20h45, na novela JESUS.

LEIA TAMBÉM

Novela Jesus conquista liderança isolada de audiência

Nesta terça-feira, 19 de março, A Record TV Itapoan venceu o principal telejornal noturno de alcance nacional da Globo, o ‘Jornal Nacional’, e ficou em primeiro lugar isolado. No ar das 20h29 às 21h23, o jornalístico da Vênus Platinada marcou 16,7 pontos de média. No confronto, a Record TV, que exibia as novelas ‘A Terra Prometida’ e ‘Jesus’, registrou 19,7 pontos de média.

CONTINUE LENDO

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.