Record TV e Casablanca reproduzem Mercado Municipal de São Paulo

0

Mercado Municipal de São Paulo: para representar o entreposto comercial paulista foi criado um cenário de 875 metros quadrados no complexo de gravações da produtora Casablanca, no Rio

MERCADO MUNICIPAL
fotos Blad Meneghel

Boa parte da trama de Amor Sem Igual é ambientada no Mercado Municipal de São Paulo. No entanto, quem assiste às cenas que se passam no mercadão não imagina que grande parte dessas imagens são filmadas dentro dos estúdios da novela. Para representar o entreposto comercial paulista foi criado um cenário de 875 metros quadrados no polo de filmagens da produtora Casablanca, localizado em Vargem Grande, zona oeste do Rio.

A trama

Na trama, o trabalhador rural Miguel (Rafael Sardão) trabalha ao lado de seu grande amigo, Oxente (Ernani Moraes), em um boxe de verduras localizado no mercadão agrícola mais famoso de São Paulo. A protagonista Poderosa, vivida pela atriz Day Mesquita, também transita pelo Mercado Municipal durante diversos momentos da história. Outros personagens também possuem o centro comercial como pano de fundo de suas tramas, como Luiggi (Eduardo Lago), Serena (Kika Kalache), e os asiáticos Chang (Jui Huang) e Takashi (Carlos Takeshi).

LEIA TAMBÉM

Record TV e projeto ‘Anjos da Madrugada’ unem forças em ação de novela

Fabiana Massariol

Construído no estúdio D, o cenário de quase 900 m² é dividido em dois setores, a parte dos boxes e a área dos mezaninos, com restaurantes e cozinha. Fabiana Massariol é a cenógrafa responsável pela reprodução do Mercadão de São Paulo no complexo de gravação. Ela explica os detalhes da produção deste cenário grandioso, “Totalizamos 90 dias para colocar o mercadão completo e pronto para a gravação. Neste prazo fizemos a pesquisa, criação, projeto, orçamento, construção, produção e decoração. Foram mais de 100 pessoas trabalhando diretamente só para este entrega. No total foram 875 m² de construção divididos em 21 boxes, 3 restaurantes e uma cozinha industrial”.

Mercado Municipal

Para garantir a veracidade do cenário em relação ao local original, Fabiana Massariol revela os cuidados tomados nesta reprodução do Mercado Municipal de São Paulo, “Fizemos réplicas de partes importantes do mercadão para trazer a veracidade da locação como os azulejos que cobrem as paredes e que há muito tempo não são comercializados, nem em tamanho e nem em cor. Outro ponto importante foi recriar o piso e o vitral do mezanino. A base da construção foi madeira e ferro, mas o diferencial do cenário é que quase todos os revestimentos são verdadeiros, algo que já exploramos em nossos cenários há alguns anos”, contou a cenógrafa.

Alexandre Farias

Todos os insumos comercializados no mercadão de São Paulo como frutas, verduras, cereais, carnes, temperos e queijos também foram reproduzidos, cenograficamente, pela equipe de arte da novela. Alexandre Farias, diretor de arte, ressalta as quantidades e detalhes dos insumos reproduzidos especialmente para este cenário, “Levamos dois meses para fabricar tudo. Montamos todo o mercadão com insumos cenográficos, carnes, peixes, frutas, presuntos, queijos e etc. A barraca do Miguel é a única verdadeira, com legumes e verduras de verdade. Temos em cada boxe uma infinidade de tipos diferentes e unidades para serem feitas, por exemplo, no boxe de Oxente temos mais de 700 queijos cenográficos entre provolones, curados e manteigas de garrafa. Temos mais de mil unidades de pimentas de mentira para a barraca das pimentas. Foram mais de 50 peças reproduzidas de carnes para o boxe do açougue. Já nos restaurantes do mezanino, usamos sempre comidas de verdade, feitas diariamente”, revelou o diretor de arte da novela, Alexandre Farias.

Rudi Lagemann

O diretor geral da novela, Rudi Lagemann, conhecido como Foguinho, explica o motivo da necessidade da reprodução do cenário em estúdio e elogia o trabalho feito pela cenografia no Rio, “Os estúdios são no Rio e fazemos o máximo possível das externas em São Paulo, em lugares bem simbólicos para a trama, como o Mercadão. A gente tem um pedaço do Mercadão no Rio, em estúdio, pois no local original não conseguiríamos já que existem regras de funcionamento, para não atrapalhar os próprios comerciantes, e etc. O cenário do mercadão no estúdio é lindo! Tem o mezanino e tudo. É um trabalho maravilhoso, as pessoas não vão notar a diferença. Todos vão ficar impressionados com a veracidade de tudo”, ressaltou o diretor com empolgação. 

Cristianne Fridman

A autora da trama, Cristianne Fridman, curiosamente conta que nunca esteve no mercadão verdadeiro e revela que sua criação foi baseada em pesquisas. Fridman ainda ressalta a importância deste ambiente na trama do folhetim, “Infelizmente, nunca tive o prazer de ir ao Mercadão. Todo o trabalho foi feito em cima de pesquisas e conversas com quem frequenta o local. O Mercado Municipal de São Paulo é uma ambientação bem forte na trama pois temos o protagonista Miguel e a família do divertido Oxente trabalhando lá”, disse Cris Fridman.

Poderosa, Miguel e seus amigos ainda viverão muitos momentos marcantes no Mercado Municipal da cidade de São Paulo. Não perca os próximos capítulos. Com direção geral de Rudi Lageman, a novela Amor Sem Igual é exibida de segunda a sexta-feira, a partir das 20h30.

Fotos: Blad Meneghel/ Record TV

A novela Amor Sem Igual é exibida de segunda a sexta-feira, a partir das 20h30. Escrita por Cristianne Fridman, supervisão de texto de Cristiane Cardoso, direção geral de Rudi Lagemann. 

@mariantoniacord

@brasesportes

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.