The Noite: reprises das entrevistas na semana de 2 a 7 de março

0
2 a 7 de março
fotos Gabriel Cardoso / Lauana Prado (Lourival Ribeiro)

De Christina Rocha a Lauana Prado, as reprises das entrevista na semana de 2 a 7 de março

2 a 7 de março

Chrstina Rocha

Christina Rocha é a convidada de segunda (02) no The Noite. Ela fala sobre seus mais de 10 anos à frente do ‘Casos de Família’ e comenta sua postura no ar: não tem como fazer tipo. Você tem que ser o que você é”. Questionada sobre ser abordada nas ruas para ouvir problemas das pessoas, conta: me param só de brincadeira”. Sobre ser mediadora de questões em sua própria casa, diz: somos em seis irmãs, eu sou a caçula. Outro dia estava falando e elas disseram ‘você não está no Casos de Família’”. 2 a 7 de março Ela conta que os temas da atração partem, muitas vezes, de falas dos próprios participantes e declara não ter um script durante sua apresentação. A apresentadora diz ter aprendido muito com os tantos casos que já passaram por ela e declara:é o programa que mais me ensinou na vida e ensina todos os dias”. E mais: Danilo faz ainda um pedido à convidada e solicita uma participação do elenco no “Casos de Família” para resolverem “conflitos” da equipe.

foto Gabriel Cardoso

Charlles e Tiringa

No The Noite de terça-feira (03), Danilo conversa com uma dupla faz sucesso nas redes sociais: Charlles e Tiringa. Eles falam sobre as peripécias que vivenciam juntos em Serra Talhada, Pernambuco e Charlles conta como conheceu Tiringa:comprei um terreno e fiquei sabendo por indicação que ele fazia cercas. Me identifiquei com ele e está comigo até hoje”. Ele afirma que a intenção de seu canal era, em um primeiro momento, de conscientizar as pessoas sobre a importância de se preservar a vida selvagem.Sou apenas um curioso e amante da natureza. Meus vídeos são feitos no celular. Não é minha profissão”, diz Charlles. Tiringa conta de onde veio seu apelido e explica: era um apelido da minha mãe. Ela era costureira. Colocaram Tiringa porque eu gostava de juntar as tiras de pano. Questionado sobre se dedicar somente ao YouTube, Charlles finaliza:o canal é legal, independente da renda a gente se diverte pra caramba, mas minha profissão é na construção”.

LEIA TAMBÉM

Romina e Fábio fazem amor no apartamento de Hugo. Confira resumo da semana de 2 a 6 de março em ‘Betty a Feia em NY’

fotos Gabriel Cardoso

Zé Neto e Cristiano

Na quarta-feira (04), o The Noite recebe Zé Neto e Cristiano. Eles falam sobre preferências pessoais e Cristiano conta: eu gosto de cerveja e o Zé de whisky”. “O que me dá eu bebo. Só não acetona porque tira esmalte do dente”, brinca Zé Neto. Sobre cuidados com o corpo que a fama exige, Cristiano revela:comecei a tomar ‘bomba’ para ficar musculoso e não adiantou nada. Revelando o desejo de gravar um DVD só com “modão” e grandes parcerias, Zé Neto afirma: somos muito fãs de Chitãozinho e Xororó, Zezé Di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone”. Sobre os filhos seguirem seus passos na música e formarem uma dupla como Sandy e Júnior, Zé responde:se fizer a bilheteria que eles estão fazendo agora, podemos pensar. Ainda sobre paternidade e casamento, Cristiano afirma:se você encontra uma pessoa bacana é muito gostoso ter um filho. Minha esposa é minha melhor amiga”.

foto Gabriel Cardoso

Carlos Alberto de Nóbrega

Danilo Gentili conversa com Carlos Alberto de Nóbrega no The Noite de quinta-feira (05). Celebrando 65 anos de carreira, ele afirma ter tido três inícios de carreira: quando assinou seu primeiro contrato aos 17 anos, quando foi para a Globo nos anos 70 e quando assinou com o SBT, aonde permanece até hoje. Eu escrevia (roteiros de programas) escondido do meu pai, porque ele queria que eu me formasse em qualquer coisa, tinha que dar um diploma pra ele. Sempre fui mau aluno. Repeti 3 anos, recorda. O apresentador fala sobre a ótima audiência de seu humorístico, afirmando: a Praça não daria certo em outra emissora. Deu certo porque o Silvio e a equipe de diretores confiava e confiam no meu trabalho. Eu faço o que eu quero e nunca em 32 anos deram um palpite”. Ao falar sobre artistas que ainda gostaria de receber em seu famoso banco, declara: não precisa nem ‘fazer graça’… se o Renato Aragão sentasse um dia no banco da praça eu estaria realizado”.

2 a 7 de março
foto Gabriel Cardoso

Larissa Manoela

A entrevistada de sexta-feira (06) é Larissa Manoela. A atriz fala sobre novos projetos e comenta a parceria com a plataforma de streaming Netflix: “eu adoro cinema, e em 2020 pretendo focar me aprofundar mais nessa área”. 2 a 7 de março Ainda falando de cinema, Larissa afirma que sempre teve vontade de ingressar em um curso superior na área, mas desistiu da ideia por hora, devido à intensa agenda de compromissos: “tenho muita vontade de me especializar na área, mas ainda não tive tempo para me dedicar a uma faculdade, é muito corrido”. Sobre suas inspirações, comenta sobre a enorme admiração que tem pelo ator Selton Melo: “além de ator ele também é diretor, então me espelho muito nele”. A atriz também fala sobre a nova fase que está passando com a maioridade, onde aproveitou para lançar projetos musicais mais maduros. “A criança que me acompanha desde a época do ‘Carrossel’ hoje já está na adolescência e tem uma irmã ou irmão de 7 anos que me acompanha também, eu fico muito feliz com essa troca entre gerações”.

2 a 7 de março
foto Gabriel Cardoso (Marcos “Bola) e Lourival Ribeiro (Lauana Prado)

Marcos Chiesa

No sábado (07), o convidado é Marcos Chiesa, mais conhecido como Bola. Ele relata o motivo de sua saída do “Pânico” e fala:fiquei 25 anos. Saí porque cansei da mesma coisa. Eu pedi. Fiquei com ‘Síndrome do Pânico’. Queria fazer outras coisas”. Ele recorda o início na Jovem Pan e conta: morria de vergonha. Não tinha pretensão nenhuma (de ser artista), zero. Estava fazendo faculdade de biologia, era biólogo. Cheguei a concluir. Relembrando a situação mais perigosa que já passou na atração, conta que foi a vez em que ficou trancado em um caixão pegando fogo:ali achei que eu ia para o saco”.

Lauana Prado

Na mesma noite, Danilo conversa com Lauana Prado. A cantora fala sobre o sucesso e revela acompanhar o número de visualizações de seus clipes bem de perto: fico tipo neurótica. Olhando todo dia, toda hora”. Ela conta ainda que suas canções já influenciaram fãs e diz:esses dias uma menina chegou com uma barriga ‘desse tamanho’ e falou ‘engravidei por sua causa’. Sobre o início da carreira, recorda: comecei a tocar violão, desenvolver e tocar em boteco com 15, 16 anos”. Ela também fala sobre seu estilo e brinca: tenho 18 tatuagens. Sou maloqueira, a verdade é essa. Sou uma cantora sertaneja maloqueira”.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.