Arlete Salles comenta sobre Vilma, sua personagem em ‘Fina Estampa’

0

Arlete Salles comenta sobre a participação de Vilma no Lata Velha

Arlete Salles comenta sobre Vilma, sua personagem em 'Fina Estampa'
Vilma ( Arlete Salles ) foto Renato Rocha Miranda
Vilma (Arlete Salles) finalmente vai poder ter seu ‘Modem Express” de volta. Esta semana, na edição especial de ‘Fina Estampa’, a taxista passa pelo desafio do quadro Lata Velha, do ‘Caldeirão do Huck’. Ao chegar ao estúdio com a filha Letícia (Tânia Khalil) e a neta Carolina (Bianca Salgueiro), Vilma ouve de Luciano Huck que a produção do programa mantém sob sigilo sua performance. A taxista, então, afirma que ele vai gostar da pequena homenagem.
 
Arlete Salles comenta
O apresentador chama Vilma ao palco e, para sua surpresa, ela entra caracterizada de Angélica, com direito a peruca, meia calça e vestido, ao som de “Vou de Táxi”. A plateia vibra com o número e a taxista garante seu direito de receber o “Modem Express” turbinado.
LEIA TAMBÉM
Ainda esta semana, Tereza Cristina ficará frente a frente com um de seus maiores pesadelos: tia Íris (Eva Wilma), que chega ao Brasil disposta a chantagear a sobrinha para conseguir mais dinheiro. Com medo de que a tia revele a todos seu segredo, a esposa de René (Dalton Vigh) cede à ameaça.
 
Nos próximos capítulo também começa a grande virada na vida de Griselda (Lilia Cabral). A sorte vai virar para o seu lado e ela vai descobrir que ganhou na loteria. Só tem um “pequeno” problema: ninguém sabe aonde foi parar o bilhete premiado.
 
Fina Estampa
‘Fina Estampa’ é uma obra de Aguinaldo Silva, com direção geral e de núcleo de Wolf Maya e direção de Ary Coslov, Claudio Boeckel, Marcelo Travesso, Marco Rodrigo e Marcus Figueiredo.
 
Entrevista com Arlete Salles
 
Como está sendo rever a história da Vilma oito anos depois?
Nesse momento em que a gente acompanha tantas notícias ruins e estamos inseguros de como será o amanhã, ver a Vilma de novo está sendo um agrado para o meu coração.
 
Nas redes sociais, o público comemorou muito quando a Vilma foi selecionada para participar do Lata Velha. O que você achou desse momento da história?
Eu achei muito bacana esse momento da vida da Vilma, ela sendo descoberta pelo Luciano Huck. Eu gosto muito do Luciano e da Angélica, então foi um momento divertido do trabalho na novela.
 
Qual cena te marcou?
Essa sequência da participação no Caldeirão do Huck me marcou bastante porque, inclusive, tive que aprender a música “Vou de Táxi”. Foi um momento em que a Vilma apareceu diferente, teve que passar por esse desafio, o que eu gostei muito.
 
Que momento das gravações você se lembra com mais carinho?
Gosto dos momentos que a Vilma dirigia o táxi dela e exercia o seu ofício. O que mais me encantou nesse personagem quando eu recebi o convite do Wolf Maia foi justamente ela ser taxista. Me cativou muito por poder dar um panorama da vida dessas profissionais. Eu vivi a Vilma com muito carinho, especialmente pela oportunidade de mostrar um pouco essas profissionais.
 
Tem alguma característica ou algo que você aprendeu com a Vilma que ficou pra sua vida?
É sempre bom conviver com um personagem íntegro, de caráter. Ela é uma mãezona, uma boa avó. A gente se contagia com isso.
 
Como está sendo sua rotina na quarentena? Que dicas dá pra quem está em casa?
Tenho cuidado da casa, feito exercícios e aproveitado para ler. À noite, eu assisto a um pouco de televisão, até para ver ‘Fina Estampa’. Sou realista, mas também sou uma geminiana típica e acredito que tudo isso vai passar. Temos que ir em frente com esperança e com disciplina, seguindo todas orientação de prevenção.
Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.