No último programa das festas juninas, ‘Aparecida Sertaneja’ recebe Chambinho do Acordeon

0
Chambinho do Acordeon
foto divulgação
Além do Chambinho do Acordeon, programa recebe Simone Sperança & Taís Picinini e Anastácia para fechar a temporada com ´arraiá´ e muito forró

Nesta terça-feira (30/06), às 19h30, o Aparecida Sertaneja encerra o mês de junho com muita animação. Mariangela Zan vai comandar do estúdio da TV Aparecida mais uma festa junina, com seus convidados convocados pelo telão. Entre os talentos que vão interpretar seus sucessos neste delicioso ‘arraiá’ estão a dupla Simone Sperança & Taís Picinini, Chambinho do Acordeon e a cantora Anastácia.

Simone Sperança & Taís Picinini 

Foi aos 12 anos que Simone Sperança começou sua carreira, formando dupla com a mãe. É de Guarulhos (SP). Fonoaudióloga, a cantora, instrumentista e produtora vocal atua como pesquisadora do gênero musical sertanejo e lançou um CD com regravações e músicas autorais antes de formar dupla com a gaúcha Taís Picinini. Taís também é fonoaudióloga e começou a tocar viola caipira aos 11 anos. Por vários anos ela tocou na Orquestra Sul-Riograndense de Viola Caipira. As artistas cantam e tocam juntas desde 2016.

LEIA TAMBÉM

‘Sandy & Junior’ desembarcam com série documental, show exclusivo de ‘Nossa História’ e volta de ‘Estrela-Guia’ no Globoplay

Chambinho do Acordeon

Nivaldo Expedito de Carvalho, o Chambinho, nasceu em São Paulo e, aos 8 anos, mudou-se com a família para Jaicós, no Piauí, onde aprendeu os primeiros acordes da sanfona com o seu avô. Em 1991, aos 11 anos, retornou para São Paulo, trazendo uma bonita sanfona “Mundiale”, mas acabou investindo num teclado e atuando em grupos de samba e pagode. Após algum tempo tocando na noite paulista, surgiu um convite muito especial: integrar a Banda Caiana, formada por mais quatro jovens. O artista logo se destacou no nascente “forró universitário”, se apresentando em importantes casas do gênero musical. O artista viajou pelo Brasil inteiro, divulgando os dois CDs lançados, e se tornou um sanfoneiro requisitado no competitivo universo musical paulistano. No currículo dele ainda consta seu trabalho com grandes nomes do forró.

Anastácia

Cantora e compositora, Anastácia teve interesse pela música aos sete anos. Iniciou a carreira artística em 1954, cantando na Rádio Jornal do Comércio no Recife. Lá, interpretava canções do Sul do País, e mais tarde, principalmente, as versões gravadas por Celly Campelo, cantora paulista. Anastácia foi casada com o músico Dominguinhos (1941–2013), que era seu maior parceiro na carreira musical.

Aparecida Sertaneja

O programa Aparecida Sertaneja é exibido toda terça-feira, às 19h30, na TV Aparecida.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.