entrevista Christiane Torloni: “Um bom texto como o de “Fina Estampa” faz uma personagem ser muito mais saborosa.”

0

entrevista Christiane Torloni 

entrevista Christiane Torloni: "Um bom texto como o de "Fina Estampa" faz uma personagem ser muito mais saborosa."
Tereza Cristina ( Christiane Torloni ) foto Alex Carvalho

Tereza Cristina não para de cometer crimes

O cerco está se fechando, mas Tereza Cristina (Christiane Torloni) não desiste de cometer mais atrocidades. Ela já está sem os filhos, que pediram abrigo a Griselda (Lilia Cabral). Até Marilda (Kátia Moraes) despejou tudo que sentia pela megera e atravessou a rua para pedir emprego para a rival da perua.

A lista de crimes da “Revoltada de Alexandria” é extensa. E sozinha, exceto pela companhia de seu fiel escudeiro Crô (Marcelo Serrado) – que prometeu jamais abandoná-la -, ela planeja o sequestro da rival, com o auxílio de Ferdinand (Carlos Machado).

O que os dois não sabem é que o delegado Paredes (Samir Murad) está na cola deles. A polícia conseguiu grampear o telefone do segurança e escuta quando os dois marcam um encontro para definir os próximos passos do plano.

LEIA TAMBÉM

‘The Voice Kids’: quinta temporada do reality show da Globo está de volta!

Fina Estampa

‘Fina Estampa’ é uma obra de Aguinaldo Silva, com direção geral e de núcleo de Wolf Maya e direção de Ary Coslov, Claudio Boeckel, Marcelo Travesso, Marco Rodrigo e Marcus Figueiredo.

ENTREVISTA CHRISTIANE TORLONI

Como você define a vilania da Tereza Cristina?
A Tereza Cristina é uma personagem que tem um desvio de personalidade. Não é uma pessoa boa ou má, ela realmente tem um desvio e não é de caráter, é de personalidade mesmo. Todos os crimes que ela cometeu ou encomendou são gravíssimos.

Ela cometeu muitos crimes ao lado do comparsa Ferdinand…
entrevista Christiane Torloni – O grande problema da Tereza Cristina é que ela tem um péssimo assistente (risos). Quando ela coloca a mão na massa, ela resolve. Ela é muito eficiente. A grande falha trágica da personagem é ter o Ferdinand de assistente, pois é ele quem vai deixando os rastros. E isso deve acontecer porque ela quer ser pega, já que o Ferdinand comete erros que são primários. Normalmente os personagens que têm esse desvio de personalidade, querem ser capturados. Em algum lugar essa pessoa quer ser resgatada.

Você coloca a personagem entre as suas principais?
entrevista Christiane Torloni –  – A Tereza Cristina tem um lugar importante na minha galeria de vilãs e peruas. Um bom texto como o de “Fina Estampa” faz uma personagem ser muito mais saborosa e eu tenho muito carinho por esse trabalho.

Como você acha que a Tereza Cristina estaria lidando com as questões atuais?
entrevista Christiane Torloni –  Eu acho que ela daria um jeito de boicotar o uso de máscaras. Acredito que a Tereza Cristina é uma representante do que podemos chamar de politicamente incorreto. E, infelizmente, algo ainda muito atual.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.