entrevista Dudu Azevedo: “Sou um escolhido.”

0

Dudu Azevedo faz CHECK-IN no portal TV a Bordo

entrevista Dudu Azevedo: "Sou um escolhido."
foto Alexandre Neves

por Warlen Pontes

Felizes as pessoas que sabem que são
espiritualmente pobres, pois o Reino do Céu é delas.
Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará. 
Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido. 
Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, 
pois Ele as deixará completamente satisfeitas.
 Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas.
Felizes as pessoas que têm o coração puro, pois elas verão a Deus. 
Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos.
Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus,
pois o Reino do Céu é delas. 
Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem meus seguidores.
  Fiquem alegres e felizes, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês.
Porque foi assim mesmo que perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.

evangelho de Lucas, capítulo 6, versos de 20 a 23, versão na Linguagem de Hoje.

Carlos Eduardo Cardoso Azevedo, Dudu Azevedo, é um felizardo! Um escolhido! O emblemático ‘Sermão da Montanha’ interpretado – com louvor – por ele na novela da Record TV, retrata, entre outros momentos memoráveis, a imersão na história e na trajetória do homem que dividiu eras, e agraciou o ator. “me senti presenteado por uma oportunidade que me trouxe, além de conhecimento, um mergulho profundo em mim e no Jesus que eu acredito”, conta.

Nesta entrevista exclusiva ao portal TV a Bordo, o carioca revela as suas sequências favoritas no folhetim bíblico, fala sobre a importância da reapresentação da produção em meio à pandemia e o sucesso na Argentina e, ainda, vai ler, em primeiro mão, um depoimento especial da “mãe”, amiga e colega Beth Goulart.

Senhoras e senhores, Jesus, ops, Dudu Azevedo:

TV a Bordo – Jim Caviezel (JC) foi atingido por um raio durante as filmagens do filme ‘A PAIXÃO DE CRISTO’ enquanto rodava a sequência do ‘Sermão da Montanha’, o ator ficou iluminado como uma árvore de natal, mas sobreviveu miraculosamente para contar a história. Houve algum incidente durante as gravações da novela que você pode compartilhar com a gente?

entrevista Dudu Azevedo – Nenhum incidente desse tipo aconteceu nas gravações.
Foi um período de trabalho duro, intenso, que exigiu muita concentração, seriedade e superação diária. Estive todo o tempo conectado e buscando Deus. Desejei não estar sozinho e acreditei ter sido escolhido como instrumento de uma obra com um gigantesco legado.

entrevista Dudu Azevedo: "Sou um escolhido."
foto Edu Moraes

TV a Bordo – Dudu, já o Rodrigo Santoro, que interpretou o personagem icônico na produção ‘BEN-HUR’, declarou em uma entrevista que ter representado Jesus o levou a ser uma pessoa melhor, abre aspas: “É impossível passar por uma experiência como essa e não sair transformado. Foi uma jornada interna e espiritual.”, para você, que pôde representar o Cristo durante longos nove meses, da preparação às gravações, o que de transformador aconteceu em sua vida?

entrevista Dudu Azevedo – Conhecer e mergulhar profundamente na história de Jesus Cristo é um marco na vida de qualquer um. Assim como já esperava desde o início, concluí o trabalho me sentindo profundamente transformado, presenteado por uma oportunidade que me trouxe, além de conhecimento, um mergulho profundo em mim e no Jesus que eu acredito.

TV a Bordo –  Tanto o “JC” Caviezel quanto o Santoro elegeram as suas melhores sequências, e para o Dudu, quais foram as cenas mais difíceis ou desafiadores ou marcantes durante as gravações da novela da Record TV?

entrevista Dudu Azevedo – Entre tantas cenas difíceis e marcantes destacaria toda a ‘Via Crucis’, a ‘Santa Ceia’ e os momentos que precederam a prisão, como o encontro com Judas Iscariotes e o beijo.

foto Edu Moraes

TV a Bordo – Você acompanhou a reprise? À época, acredito, você estava imerso no ritmo frenético das filmagens e não pôde ver muita coisa e, desta vez, conseguiu acompanhar? Como está sendo para você reviver essas cenas e essas memórias? Está recebendo retorno do público nas suas redes sociais?

entrevista Dudu Azevedo – A novela é um alento para todos nós nesse momento que vivemos. Tenho muito orgulho desse trabalho e cada vez que eu vejo, me emociono e redescubro o imenso valor do que fizemos, mas, principalmente, da história e o seu legado. O público sempre reage muito bem. Na Argentina tem sido um enorme sucesso! (ver texto ao final com a audiência na Argentina)

TV a Bordo – Para finalizar, conte um pouco do que tem feito nessa quarentena. É dessas pessoas que estão fazendo mil atividades em casa ou está aproveitando o período para descansar? Quais atividades tem feito? Aprendeu algo novo na “quarentena”?

entrevista Dudu Azevedo – Na quarentena busquei fazer todas as coisas que não tenho tempo normalmente. Não deixei de trabalhar, pensar, redescobrir, ressignificar, assim como não deixei de curtir cada minuto com meu filho e toda a família. A música esteve muito presente, os projetos pessoais, as ideias para as quais precisava de mais disponibilidade para me aprofundar… assim tenho feito. Procurei não me abater, mas sobreviver a tudo isso da melhor forma possível, tentando tirar da situação o melhor que ela pôde me dar. Não é fácil, mas é uma busca diária e não pode parar.

Agradecimento especial ao amigo Daniel Figueiredo

Depoimento especial de Beth Goulart

“Eu conheci o Dudu quando ele ainda era um menino, ele foi meu filho na novela “O Campeão“. Desde lá, seu talento se manifestava em seu olhar, sua sensibilidade, sua doçura e gentileza. Depois trabalhamos juntos na novela “Três irmãs”. Lá também seu talento já não era surpresa para ninguém, mas em “Jesus” ele estava pleno, iluminado pela experiência de viver um personagem tão forte e transformador. Dudu deu um show de talento, entrega, consciência, humildade e sabedoria. Não é fácil passar por este desafio e ele passou com louvor por todo esta experiência que tenho certeza mudou sua vida. Tenho muito orgulho do ator maravilhoso que se tornou, do amigo sincero em todos os momentos, do pai, companheiro e ser humano incrível que você é. Continue sendo sempre este menino de olhos brilhantes que se alegra com a vida! Que sua luz brilhe cada vez mais forte e chegue cada vez mais longe. Receba meu amor e gratidão por ser sua colega, mãe e amiga, você mora em meu coração❤️!”

Audiência na Argentina

A novela “Jesús” (Jesus) completou 100 capítulos exibidos no canal Telefé e foi confirmada como a maior audiência da televisão argentina durante os seis meses de quarentena, segundo dados da Kantar Ibope. 

Exibida no horário nobre, a trama, escrita por Paula Richard e com direção-geral de Edgard Miranda, venceu, com 12,5 pontos de média: a novela teen “Floricienta“; “Alas Rotas”, uma trama turca; “Periodismo para Todos”, um jornalístico de grande destaque apresentado por Jorge Lanata; “Bake  off”“Masterchef”; “Cantando 2020” e  muitos outros. 

Na noite de ontem (21/09), a trama bíblica da Record TV registrou 13,7 pontos de média, a maior do mês em toda a televisão daquele país. 

A exibição de “Jesús” faz parte do pacote de atrações que comemoram os 30 anos da Telefé. O folhetim é exibido de segunda a sexta, às 22 horas. (fonte: Assessoria de Comunicação Record TV)

Confira chamada do Dudu Azevedo para o portal TV a Bordo no lançamento oficial de JESUS:

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.