‘Escolinha do Professor Raimundo’: um dia de homeschooling marca estreia da nova temporada

0

Episódio sobre ensino à distância – homeschooling – abre a nova temporada de Escolinha na Globo

'Escolinha do Professor Raimundo': um dia de homeschooling marca estreia da nova temporada
fotos divulgação

Atores comentam as participações dos seus personagens icônicos na Escolinha

Na estreia da sexta temporada da ‘Escolinha do Professor Raimundo’, neste domingo, dia 18, um especial mostra uma aula típica do novo normal: Raimundo e seus alunos em um dia de homeschooling. Na trama, os personagens clássicos do humor encaram uma aula virtual, cada um em sua casa, em função da quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus.

Angélica Lopes

O episódio também foi ao ar no VIVA neste sábado, dia 10, em aquecimento à estreia da temporada e como parte das comemorações dos 10 anos do canal. Simulando um encontro on-line, as cenas revelam os alunos em ambientes que só ficavam no imaginário do público, como a fazenda de Nerso (Gui Santana), a decoração da casa de Zé Bonitinho (Mateus Solano), entre outras curiosidades. “De uma hora para outra, todos nós tivemos que nos adaptar tanto ao ensino, como ao trabalho à distância. Nesse episódio, que simula uma aula de videoconferência, os personagens passam pelas mesmas dificuldades que todos passamos. A conexão cai, a tela trava, a campainha toca, os alunos mudam filtros e fundos, enviam emojis. Optamos por usar essas dificuldades e novidades tecnológicas a nosso favor e tivemos muito material para trabalhar. Além disso, veremos a casa desses personagens pela primeira vez na história! O quarto da Dona Bela é todo cor de rosa, por exemplo. O presente de Armando Volta agora chega por delivery na casa de Raimundo”, conta a redatora final Angélica Lopes.

LEIA TAMBÉM

Luciano Huck estreia versão brasileira do ‘Família Feud’, ‘Tem ou não Tem, o Jogo’

Kit de gravação

Os cenários foram aplicados em pós-produção a partir das gravações realizadas com chroma key, solução encontrada pela produção do humorístico para manter a unidade das cenas e viabilizar os trabalhos, realizados em agosto, com 11 atores revezando as diárias de gravações nos Estúdios Globo e 14 gravando remotamente de casa. O elenco que gravou de casa montou seu próprio cenário a partir de um tutorial feito pela equipe da Globo. Todos receberam um kit de gravação com os equipamentos devidamente higienizados, incluindo o chroma key, os objetos de arte, figurino e caracterização.

O isolamento dos alunos

Na trama, situações engraçadas surgem da forma como cada personagem enfrenta o isolamento. A vaidosa Marina da Glória (Fernanda de Freitas) não tem oportunidade de sair de casa para se produzir e usa os filtros disponíveis nas reuniões remotas para aparecer durante a aula em vídeo. Além disso, se confunde com as séries da musculação e as séries para maratonar durante o período de isolamento. E Galeão Cumbica (Kiko Mascarenhas), que aproveita o tempo em casa para realizar o treinamento de acrobacias aéreas no sofá, se descuida, aparece de samba-canção na aula.

Betty Gofman

Nos bastidores, os artistas se adaptaram e se divertiram com as gravações remotas. Betty Gofman, que interpreta Dona Bela, ressaltou o privilégio de poder trabalhar diante do cenário atual. “Só tenho a agradecer por termos um trabalho e essa ferramenta que possibilita realizá-lo mesmo nesse momento triste e confuso na vida de todos nós. Foi emocionante gravar este especial, mesmo sem estar presencialmente com os outros. A vontade de agarrar, beijar e morder todo muito é muito grande, mas, de qualquer forma, foi muito gostoso encontrar todo mundo e passar por esse desafio. Que é o mesmo desafio que estamos tendo na nossa vida em geral”, compara ela.

Lúcio Mauro Filho

Já o ator Lucio Mauro Filho, que havia passado pela experiência das gravações remotas na série ‘Diário de um Confinado’, com o amigo Bruno Mazzeo, conta que o maior desafio foi a falta do contato com os colegas. “Foi muito interessante gravar à distância. É importante saber que é possível fazer trabalhos com qualidade de maneira alternativa, e temos que estar preparados para atuar nesse modo. Se uma situação como essa voltar a acontecer, todos os artistas têm que descobrir os meios de conseguir trabalhar e produzir conteúdo mesmo no confinamento. É difícil, mas é a nossa missão”, ressalta o ator.

Cininha de Paula

Para Cininha, a realização do especial representou mais uma vitória da equipe do programa em busca de soluções para seguir produzindo, apesar das limitações da pandemia. “Passamos a quarentena trabalhando em diferentes adaptações da ‘Escolinha’: inicialmente, em junho e julho, gravamos um podcast com parte do elenco, cada um em sua casa. Foi uma volta às origens, pois a Escolinha nasceu no rádio. Depois, em agosto, conseguimos gravar esse especial sobre ensino à distância, com parte da equipe remota e outra parte já presencial, em que a tecnologia foi uma grande aliada e nos ajudou a retratar a realidade do homeschooling. E, finalmente, voltamos aos estúdios de forma presencial em setembro para gravar a temporada toda em duas semanas, tudo com muito cuidado e comprometimento de cada um. Driblamos as dificuldades passo a passo e vamos conseguir levar humor e alegria ao público, mantendo a segurança da equipe. Esse programa é um oásis nesse momento tão caótico que estamos vivendo: nos faz sorrir e traz as boas lembranças da infância, na frente e atrás das câmeras”, avalia a diretora artística.

Elenco

O elenco do especial sobre homeschooling de ‘Escolinha’ é formado por Bruno Mazzeo, Marcelo Adnet, Lucio Mauro Filho, Betty Gofman, Fabiana Karla, Marco Ricca, Marco Luque, Otavio Muller, Marcos Caruso, Evandro Mesquita, Dani Calabresa, Ângelo Antônio, Maria Clara Gueiros, Rodrigo Sant’Anna, Mateus Solano, Ellen Rocche, Fernanda de Freitas, Gui Santana, Érico Brás, Marcos Veras, Paulo Henrique Vieira, Welder Rodrigues, Kiko Mascarenhas e Marcelo Serrado que interpretam os respectivos personagens: Professor Raimundo, Rolando Lero, Aldemar Vigário, Dona Bela, Cacilda, Pedro Pedreira, Patropi, Baltazar da Rocha, Seu Peru, Armando Volta, Catifunda, Joselino Barbacena, Candida, Batista, Zé Bonitinho, Capitu, Marina da Glória, Nerso da Capitinga, Eustáquio, João Canabrava, Fininho, Suppapou Uaci, Galeão Cumbica e Ptolomeu, além de George Sauma, em participação como o professor Capilé.

Personagens clássicos

E, nesta nova leva de episódios, uma turma nova vai chegar de surpresa para causar nas aulas do professor mais querido do Brasil: Crô, interpretado por Marcelo Serrado em ‘Fina Estampa’, Félix, sucesso de Mateus Solano em ‘Amor à Vida’, Leleco, personagem de Marcos Caruso no fenômeno ‘Avenida Brasil’, Valéria, interpretada por Rodrigo Sant’Anna em ‘Zorra Total’ e Lucicreide, vivida por Fabiana Karla no mesmo programa, além do Jackson Faive, de Marco Luque.

Fabiana Karla e Lucicreide

Os atores contam como foi a experiência de viver personagens icônicos de outras produções na Escolinha. Fabiana Karla lembra da emoção ao se ver na sala de aula com o elenco reunido. “Como a gente está nesse momento de pandemia, não pudemos chegar muito perto um do outro. Mas me senti tão abraçada pelos meus colegas, com o professor Raimundo me olhando. Foi muito especial. Sem palavras para descrever, só sei sentir. Espero que todo mundo que esteja em casa mate a saudade da Lucicreide e que a veja na ‘Escolinha’ como eu sempre quis, pois acho que esse personagem tem tudo a ver com esse programa. Espero que essa homenagem seja muito bem recebida porque fiz com todo carinho em homenagem a Chico Anysio, pensando nele”, conta ela. No episódio, a personagem chega na sala com o objetivo de fazer uma prova para se matricular na escola e voltar a estudar.

Marcelo Serrado e Crô

Para Marcelo Serrado, que estreia na temporada também como Ptolomeu, foi emocionante e inesperado gravar o Crô. “Foi uma surpresa para mim. Fiquei muito contente por estar perto desses homenageados, esses personagens que, de uma certa maneira, marcaram a televisão e o público em geral. Me sinto muito honrado em fazer parte desse grupo. Uma emoção enorme”, ressaltou ele. Na sala de aula, Crô vai bater de frente com Seu Peru (Marcos Caruso), para a diversão de todos.

Mateus Solando e Félix

Intérprete do fenômeno Félix, Mateus Solano, destaca a sua participação. “Foi um desafio fazer um personagem que eu não fazia há sete anos, principalmente porque foi a primeira coisa a ser gravada nesta temporada. Espero que tenha ficado bom. Foi uma cena divertida em que o Félix vem reclamar da Catifunda (Dani Calabresa) por causa de uma remessa de hot dog”. Em ‘Amor à Vida, o personagem chegou a vender cachorro-quente na rua.

Leleco, personagem de Marcos Caruso

Marco Luque e Jackson Faive

Jackson Faive, personagem de Marco Luque, vai fazer campanha pela valorização dos motoboys ao chegar na sala de aula para fazer uma entrega a alguns alunos. “Foi demais poder fazer o Jackson Faive na Escolinha. Deu até um friozinho na barriga, claro, mais rolou super bem. Adorei a oportunidade de misturar meu personagem com outros tão incríveis”, relata o ator.

Marcos Caruso e Leleco

Intérprete de um dos personagens mais queridos de ‘Avenida Brasil’, Marcos Caruso lembra como foi o reencontro com Leleco depois de tantos anos. “Voltar a fazer o Leleco foi como visitar um antigo parente que eu não via há muitos anos. Quando acabei de me vestir no camarim, pus os óculos escuros na cabeça, a corrente de ouro no pescoço e me olhei no espelho. Fiquei feliz por reencontrá-lo bem, mas um pouco mais velho. Não cortei propositadamente o cabelo, que ele usava quase raspado, para dar essa ideia de passagem do tempo. Foi bom ver que ele continua bem-humorado e com muita energia física (risos)”. Leleco chega na Escolinha para convidar João Canabrava (Marcos Veras) para assistir ao Divino Futebol Clube na final de um campeonato da quinta divisão.

Rodrigo Sant’Anna e Valéria

E Rodrigo Sant’Anna também ressalta seu reencontro com a personagem. “Fazer a Valéria, para mim, é sempre um reencontro com uma grande amiga. Eu devo a ela a virada da minha carreira. Fazê-la novamente tem sempre um carinho especial”. No episódio, ela chega para conhecer a escola e entra na sala procurando por Janete, sua dupla no ‘Zorra Total’, que é citada. Na época, a atriz Thalita Carauta interpretou a personagem.

Escolinha do Professor Raimundo

‘Escolinha do Professor Raimundo’ tem direção artística de Cininha de Paula, direção de Alex Cabral e redação final de Angélica Lopes e Leonardo Lanna. O humorístico estreia neste domingo, dia 18, na TV Globo, e vai ao ar aos domingos após o ‘Esporte Espetacular’. No VIVA, a sexta temporada estreia na próxima segunda-feira, dia 19, com exibição de segunda a sexta, às 20h, e maratona de episódios aos sábados, a partir das 18h.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.