‘Brasil Imperial’: série da Fundação Cesgranrio estreia na Amazon Prime

0
'Brasil Imperial': série da Fundação Cesgranrio estreia na Amazon Prime
foto reprodução

Série Brasil Imperial conta com dez capítulos e será exibida no Brasil, em Portugal e na continente africano

A Fundação Cesgranrio lançará, no dia 10 de novembro, Brasil Imperial, na Amazon Prime. Com dez capítulos, a série, que será exibida no Brasil, em Portugal e na África, mostra desde a chegada da família real portuguesa ao Brasil até o retorno de D. Pedro I a Portugal.

A trama de Brasil Imperial

Narrada por Joaquim Gonçalves Ledo, que comandou a luta pela independência e pela democratização da sociedade brasileira, a série começa com a fuga da família real para o Brasil, mostrando o lado indeciso do Dom João e a personalidade forte de Carlota Joaquina. A trama mostra o sofrimento de Leopoldina com as traições de seu marido Dom Pedro I, inclusive o caso duradouro dele com Domitila de Castro, que posteriormente ganhou título nobre de Marquesa de Santos. A série retrata ainda o improvável romance entre o português Arrebita e a ex-escrava Ana do Congo, destacando a dificuldade nas relações naquele período de escravatura e tanto preconceito.

LEIA TAMBÉM

Dedeh Melo vive Leopoldina na série ‘Brasil Imperial’

Locações

Cada capítulo tem duração de, aproximadamente, 40 minutos. As filmagens foram realizadas em apenas dois meses e a equipe usou minissets já que eram gravadas diversas cenas em um único dia. Entre as locações no Rio de Janeiro, Igreja Nossa Senhora do Outeiro da Glória, Paço Imperial, Real Gabinete Português de Leitura, Centro Cultural da Justiça Eleitoral e Casa Marquesa de Santos (a verdadeira casa de Domitila).

Alexandre Machafer

O diretor Alexandre Machafer conta que fugiu ao máximo da caricatura que se costuma criar em torno da família real portuguesa:

Mostramos um Dom João indeciso, mas que tinha pulso, que era forte. Não quis seguir aquela imagem que as pessoas criaram dele de bobalhão. Também quis mostrar papéis femininos com mais empoderamento com as personagens da Carlota Joaquina, Ana do Congo, Domitila, Leopoldina e Amélia. Foi minha intenção, também, mostrar o comportamento lascivo e irresponsável de Dom Pedro I, que demorou para entender o papel dele. Na série, eu trouxe o máximo de realismo sem perder o humor, – diz.

Fundação Cesgranrio

A Fundação Cesgranrio, instituição fundada nos anos 70, acredita que não há educação sem cultura, por isso, investe frequentemente em diversas áreas artísticas. Essa é a 4ª série produzida pelo Centro Cultural Cesgranrio. Em 2019, chegou aos cinemas, o primeiro longa-metragem da Cesgranrio, “O Filho do Homem”, a primeira versão brasileira da trajetória de Jesus. Em breve nos cinemas, o 2º longa da Cesgranrio: “Jorge da Capadócia”, que contará a história de São Jorge, um dos santos mais venerados no mundo.

Sinopse

Sinopse: Em 1807, em uma ação sem precedentes na história, D. João – herdeiro da coroa portuguesa – resolve fugir para o Brasil com toda a corte para não cair nas mãos das tropas de Napoleão. Arrebita – um jovem serviçal – embarca clandestinamente nessa aventura transatlântica em direção aos trópicos e se envolve nos acontecimentos históricos que transformam o Rio de Janeiro na capital do Império Português e culminam com o processo de independência do Brasil e o posterior retorno de D. Pedro à Portugal. Narrada por Gonçalves Ledo – político liberal e forte opositor das ideias absolutistas – Brasil Imperial apresenta as negociações, tramas e conspirações políticas que marcaram o período de permanência de D. João nas Américas e o primeiro império de D. Pedro. Questões como a escravidão, as atitudes autoritárias do Imperador e seus romances extraconjugais, a morte da Princesa Leopoldina, as revoltas populares em busca de maior liberdade e o estabelecimento de uma elite econômica e política orientada por privilégios, além da corrupção e interesses escusos que pautaram a vida do Brasil nesse período, são o pano de fundo para o intrincado romance de Arrebita e Ana do Congo. Além de servirem para propor uma discussão atual sobre as heranças que ainda hoje se perpetuam na administração do Estado Brasileiro e na organização de sua sociedade.

Ficha técnica BRASIL IMPERIAL

Direção – Alexandre Machafer

Roteiro – Antonio Ernesto Martins

Continuísta – Cristiane Lima Produtor de Elenco – Ricardo Soares Produtor Executivo – Alexandre Machafer Direção de Produção – Paulo Miguez Direção de Fotografia – Kleber Paredes e Diogo Lisboa Diretor de Arte – Ronald Teixeira Figurinista – Ricardo Raposo Caracterizadora – Mari Pin Supervisão Musical – Leandro Cézar Trilha Sonora – Rodrigo Boechat Montagem – Telena Teles Finalização – NFilmes Mixagem – 106DB

Produção – Fundação Cesgranrio

Distribuição – ELO Company

Elenco:

D. João VI – Gláucio Gomes D. Carlota Joaquina – Nara Monteiro Ana do Congo- Jessica Córes Arrebita – Oscar Calixto D. Pedro – João Campany Leopoldina – Dedeh Melo Gonçalves Ledo – Ricardo Soares José Bonifácio – Adelmo Milani D. Maria I – Maria Esmeralda Forte Joaquim de Azevedo – Gustavo Ottoni Lorde Strangford – Higor Campagnaro Antonio de Araújo – Ricco Lima José Rufino – Marcus Dioli Elias Antônio Lopes – André Rayol Paulo Fernandes Viana – Luciano Szafir Padre Perereca – Marcio Fonseca Manoel – Diogo Almeida D. Miguel – Renan Lima Chalaça – Rodrigo Ladeira Luiz Marrocos – Robson Maia Domitila de Castro Canto e Mello – Fernanda Becker Amélia – Louise Clós Plácido Pereira – Gustavo Chermont.

Assista ao trailer

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.