‘Salve-se Quem Puder’: Marcus Tardin estreia na produção da Globo

0

Marcus Tardin dá vida ao fisioterapeuta Vitinho

'Salve-se Quem Puder': Marcus Tardin estreia na produção da Globo
foto arquivo pessoal

Marcus Tardin chegou com tudo esta semana em “Salve-se quem
puder”.  O ator interpreta o fisioterapeuta “Vitinho”, com a missão de cuidar da
recuperação de “Téo” (Felipe Simas), absorvido pelo drama da paralisia após perder
os movimentos das pernas. Apesar de não abordar questões da pandemia, é
interessante ver que a entrada de personagens pontuais, quem vem para esquentar a história, trazendo ainda mais emoção, nuances e novas perspectivas para o público. E este é o caso do Vitinho, profissional que se tornou fundamental nos processos de recuperação em tempos de pandemia, fazendo a ponte entre a vida e a arte, exaltando os heróis da saúde, tão importantes em nosso cotidiano.

A seguir, confira entrevista exclusiva de MARCUS TARDIN ao portal TVaBordo:

Como você vê a entrada do “Vitinho” na trama, em momento tão especial para se
falar dos profissionais de saúde?
Marcus Tardin: Sem dúvida uma responsabilidade muito grande, não só por tudo que vivemos em relação à saúde pública, como também, pela oportunidade de lançar luz sobre estes verdadeiros heróis, que se dedicam diariamente em processos de recuperação, muitas vezes quando não existe mais esperança, ainda assim, eles acreditam e realizam o que era dado como impossível. Uma honra poder dar visibilidade à classe, pela qual
desejo humildemente representar à altura.

LEIA TAMBÉM

Saiba tudo sobre como obter a nacionalidade portuguesa

De que forma o drama da novela pode chamar atenção para estes profissionais?
Marcus Tardin: Pelo que pude estudar no processo de composição da personagem, existe uma função primordial no trabalho de fisioterapia, que é reestabelecer a qualidade de vida
do paciente, não só no que se refere à parte física, como também no aspecto
emocional. Pude perceber que o equilíbrio psicológico para lidar com as etapas do
processo é fundamental para obtenção da cura; sendo o profissional de saúde também
responsável por despertar o encorajamento, a autoconfiança e a superação do paciente.
Claro que não é o único a exercer essa função, mas tem boa parcela de contribuição
neste caminho, onde o afeto e a empatia são características fundamentais.

Você quer dizer que não se trata apenas de um processo de recuperação física?
Marcus Tardin: Acredito que todo trauma fisiológico é precedido de um trauma emocional e vice versa, onde a mente é grande aliada nos processos de recuperação e cura. Independente das causas, um ambiente emocional saudável, ou pelo menos
equilibrado, é fundamental para que o corpo busque sua reabilitação. Não tenho
dúvidas de que o profissional de fisioterapia hoje, além do seu trabalho técnico
específico, também deva exercer atuação na parte emocional do paciente, estimulando
autoestima e a certeza da capacidade de recuperação.

Estes aspectos são abordados e mostrados na novela?
Marcus Tardin: Não de forma explícita. Meu personagem não chega a ter um trabalho mais aprofundado nesse sentido com “Téo” (Felipe Simas). Porém, entendo que quando
falamos de criação, estamos trazendo sempre muitas subjetividades, que apesar de não
serem verbalizadas, elas estão ali, presentes na energia, respiração, intenção de uma
fala ou expressões que constroem os momentos. Assim, durante meu processo de
criação, busquei fundamentar o trabalho do “Vitinho” em um contexto amplo de
reabilitação, principalmente entendendo a série de conflitos vividos pelo “Téo”
durante a trama.

E agora o que todos querem saber: O “Téo” se recupera, volta ou não a andar?
Marcus Tardin: (Risos) Essa é a pergunta de um milhão de dólares (Risos). Para conseguir a resposta terão que continuar assistindo à novela, que sem dúvidas está recheada de surpresas e fortes emoções. O que posso dizer é que teremos um ótimo processo de tratamento com “Téo”, ele está se empenhando muito para conseguir reverter seu trauma, progredindo a cada dia, e o “Vitinho” está muito determinado em alcançar os
melhores resultados o mais rápido possível. Sem dúvidas um drama que vai despertar
torcidas em todo Brasil. Vamos juntos e “Salve-se quem puder”! (Risos). Obrigado a
todos do “TV A Bordo”, em especial ao Warlen Pontes por sempre acolher com
carinho nosso trabalho. Abraços e até a próxima!

MT Produções Assessoria

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.