‘Profissão Repórter’ e a crise migratória do México para os Estados Unidos

0

Crise migratória do México para os Estados Unidos é assunto do último ‘Profissão Repórter’ da temporada

'Profissão Repórter' e a crise migratória do México para os Estados Unidos
foto Globoplay

O México atrai imigrantes do mundo inteiro que querem chegar aos Estados Unidos. Nunca tantos brasileiros foram detidos ao tentar fazer a travessia ilegalmente. No ‘Profissão Repórter’ desta terça-feira, dia 19, o último da temporada, os repórteres Caco Barcellos e Nathalia Tavolieri percorrem as rotas preferidas de brasileiros que pagam mais de R$ 100 mil para que coiotes os ajudem a chegar ao deserto dos estados situados na região Sul dos Estados Unidos, sem passar por postos oficiais das autoridades da imigração.

LEIA TAMBÉM

John Green conversa com Bial

Crise migratória

A equipe acompanhou o trabalho de voluntários de entidades humanitárias na busca por imigrantes desaparecidos nas áreas do deserto. Somente este ano, 230 pessoas morreram durante a travessia, como a brasileira Lenilda dos Santos, de 49 anos, cujo corpo foi encontrado mês passado, no deserto do Novo México.

+ de 20 crianças latinas

Caco e Nathalia registraram a travessia de duas meninas hondurenhas, abandonadas pelos coiotes no lado mexicano da fronteira. As irmãs de cinco e oito anos tiveram a ajuda de mulheres imigrantes da Venezuela e da Colômbia para cruzar o Rio Colorado e se entregar aos militares das patrulhas americanas. Ainda ofegantes, as crianças apresentaram os documentos e um pequeno bilhete com o endereço e o telefone da mãe, que vive há três anos nos Estados Unidos. Neste mês, mais de 20 crianças latinas entraram sozinhas no país pelo mesmo caminho clandestino das jovens hondurenhas.

Fronteira com Guatemala

No Sul do México, na fronteira com a Guatemala, os repórteres Sara Pavani e Thiago Jock registram o percurso que haitianos em países da América do Sul, principalmente Brasil e Chile, percorrem para tentar chegar aos Estados Unidos. Nas duas últimas semanas, 11 mil haitianos chegaram à cidade mexicana de Tapachula vindos da Guatemala. Entre essa multidão de imigrantes, Edwigt Espera. O repórter Thiago Jock acompanha as mudanças na vida dele há 11 anos, desde 2010, quando o ‘Profissão Repórter’ foi ao Haiti mostrar os estragos causados pelo terremoto que arrasou o país.

‘Profissão Repórter’

O ‘Profissão Repórter’ vai ao ar logo após ‘Verdades Secretas’.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.