Canal Arte 1 exibe documentário ‘Moacir de Todos os Santos’

0

Documentário inédito ‘Moacir de Todos os Santos’ estreia nesta quarta-feira

Canal Arte 1 exibe documentário 'Moacir de Todos os Santos'
foto divulgação

A partir das 19h desta quarta-feira (18 de maio), o canal Arte1 apresenta o documentário Moacir de Todos os Santos. O curta-metragem inédito traz imagens dos bastidores das gravações do álbum homônimo de Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, produzido pela gravadora Rocinante e que homenageia o compositor Moacir Santos.

Letieres Leite

Os registros do documentário dirigido por João Atala, Michael Atallah e Sylvio Fraga são os últimos do maestro. Fundador da Orkestra Rumpilezz, Letieres Leite morreu aos 61 anos em 27 de outubro de 2021.

Caetano Veloso

O disco é o último da carreira de Letieres e chega às plataformas digitais nesta segunda quinzena de maio. O projeto conta com a participação de Caetano Veloso —o artista canta em inglês na música “Nanã”.

Moacir de Todos os Santos

Estreia quarta-feira, 18 de maio, às 19h

Reapresentações Moacir de Todos os Santos’

Sexta-feira, 20 de maio, às 7h

Sábado, 21 de maio, às 19h

Domingo, 22 de maio, às 8h

Segunda-feira, 23 de maio, às 20h

Terça-feira, 24 de maio, às 14h

LEIA TAMBÉM

Documentário musical ‘Minha Voz Fica’, com Zélia Duncan, estreia com exclusividade no Canal Arte 1

“Minha Voz Fica”, documentário inédito com Zélia Duncan, faz sua estreia com exclusividade no Arte1. A première acontece nesta quarta-feira, 17 de novembro, às 18h. O doc traz canções do disco homônimo da cantora feito em homenagem à compositora Alzira E, que tem repertório ainda pouco conhecido do grande público. O violinista prodígio Pedro Franco, de 29 anos, participa do musical dirigido pelo cineasta Marcio Debellian.

Zélia Duncan

“As composições de Alzira não são só as palavras cantadas, são também riffs irresistíveis, e Pedro deitou, rolou e se inspirou neles, para criar muitos lugares de encontros nossos com ela. Desde o começo, eu dizia que na obra de Alzira tudo era especial, inclusive seus discos e arranjos. Precisávamos ir na essência da composição e sermos nós, a partir dela. É o que tentamos o tempo todo, com paixão”, afirma Zélia Duncan.

CONTINUE LENDO

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.