‘Mistura Paulista’ fecha temporada com Liberdade e Bella Vista

0

Liberdade e Bella Vista – aulas de dança de salão e iguarias como cachorro-quente doce e croissant de pistache estão entre as descobertas feitas por Luiza Vaz e Denise Thomaz Bastos

'Mistura Paulista' fecha temporada com Liberdade e Bella Vista
O programa conta a história do antigo Largo da Força / foto divulgação

Após seis semanas descobrindo o que São Paulo tem de melhor, a segunda temporada do ‘Mistura Paulista’ chega ao fim neste sábado, dia 25. O sexto e último episódio passeia pelos bairros da Liberdade e Bella Vista e, antes de percorrer o reduto da colônia japonesa no Brasil, aborda um fato pouco conhecido sobre a história da região. No século XIX, o bairro era ocupado por negros que viviam nos arredores. Muitos foram mortos e escravizados no antigo Largo da Forca, mas o local também recebeu os primeiros alforriados e, por isso, segundo alguns historiadores, o nome Liberdade faz uma referência à abolição da escravatura. Em 1900, começaram a chegar os primeiros japoneses e, hoje, o bairro abriga a maior colônia japonesa no mundo fora do Japão.

ASSISTA NA TV GLOBO

Segunda temporada do ‘Expedição Rio’ desvenda “Pantanal Carioca”

Liberdade

Ainda no bairro, o programa convida à prática do kendo, arte marcial milenar, que, no Japão, é obrigatória no currículo escolar, e por aqui, já ganhou praticantes a ponto de o Brasil ocupar a oitava posição no ranking mundial do esporte. Em Bella Vista, Luiza Vaz apresenta um bar do país especializado em jogos de tabuleiros, com nada menos que 1.400 opções para divertir os visitantes. Os jogos mais pedidos são os de estratégia e “zoação” entre amigos.

Culinária

Sobre a vasta culinária da Liberdade cabe um convite: “venham com fome”, convoca Luiza. Além de cachorro-quente doce e croissant de pistache, tem comida afegã, tailandesa, indiana e, obviamente, comidas japonesas. “Nosso país tem uma quarentena de conflitos. Então, saímos para um lugar onde podemos viver em paz, em liberdade. País de liberdade no bairro Liberdade”, contou Sorb, que é afegão e responsável pelo restaurante no bairro.

Bella Vista

No bairro, Denise Thomaz Bastos ainda conhece uma aula de dança de salão que vira uma balada. Na mesma pegada, mas, na Bella Vista, Luiza Vaz apresenta uma boate que se tornou reduto da cena underground paulistana. Decorado com caveiras e esculturas macabras, a única casa noturna paulistana aberta desde a década de 80, teve entre seus frequentadores nomes como Cazuza, Paulo Ricardo, Branco Melo, dos Titãs, Edgard Scandurra, do Ira, entre outros. E ainda tem Peter, um gatinho preto como bicho de estimação da casa. “Aqui a gente se sente livre, sente uma liberdade que em outro lugar a gente não tem”, conta Keila, uma das frequentadoras da boate.

‘Mistura Paulista’

O último episódio desta temporada do ‘Mistura Paulista’ vai ao ar neste sábado, dia 25, logo após o ‘Jornal Hoje’. O programa é exibido somente para São Paulo.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.